27.3 C
Jacobina do Piauí
15 de junho de 2024
Cidades em Foco
GeralPolícia

Juiz condena padrasto a 15 anos de prisão por estupro contra enteada

O juiz da 5ª Vara Criminal, que julga crimes da Lei Maria da Penha, José Olindo, condenou a 15 anos de reclusão, Hernandes Lima Silva acusado de abusar sexualmente da enteada, na época com 12 anos de idade. A denúncia havia sido feita pela própria mãe, que desconfiou em agosto de 2013.

Segundo o processo, a garota ficava sozinha com o padrasto. “No dia da audiência, tanto a mãe, quanto o réu e a própria enteada, hoje com 15 anos, negaram o fato. Ela relatou que nutria uma paixão pelo réu, mas as provas periciais feitas durante o inquérito policial são incontestáveis, por isso mantive a condenação”, relatou o juiz.

A pena de 15 anos deverá ser cumprida em regime fechado, mas o magistrado entendeu que o acusado poderá recorrer em liberdade.

Neste mês de maio, o magistrado julgou seis processos, condenando os réus em cinco deles e um foi absolvido. Entre eles, duas três lesões corporais, um estupro e uma apropriação indébita.

“Foi a primeira vez que julgamos um caso em que o marido ficou com os bens da mulher, mesmo estando separados e vendia. Ele foi condenado por apropriação indébita há dois anos e cinco meses e multa, mas foi convertida a uma pena restritiva, vai permanecer cinco horas aos sábados e domingos na Casa de Albergado, já que não houve violência contra a mulher”, afirmou o juiz José Olindo.

Os outros três condenados a dois anos de prisão e devem cumprir em regime fechado, já que foram crimes de violência.

 

 
Fonte: Flash Caroline Oliveira / Cidade Verde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais