20 de abril de 2024
Cidades em Foco
DestaqueGeralMunicípiosPatos do PiauíPaulistanaPolícia

Força Tática de Paulistana efetua prisão de foragido da justiça através de aplicativo do WhatsApp; Veja!

Por volta das 16:00 horas desta quinta-feira (19/03/15), com base na análise de informações de uma Rede Social, que funciona através de um famoso aplicativo de celular, foi possível viabilizar o cumprimento de um Mandado de Prisão expedido contra VALFREDO ABRAÃO DA COSTA, foragido há cerca de 11 anos pelo cometimento do crime de homicídio na cidade de Patos do Piauí no ano de 2004.

 

11075880_1065789280104311_263646267_n

Indivíduo natural de Paulistana-Pi, com 47 anos de idade, residente na cidade maranhense de Porto Franco, encontrava-se internado num hospital da cidade em razão de ter sofrido um acidente motociclístico e se encontrar com perda parcial de memória, portanto, necessitando de contato com parentes no Piauí. Em razão dessa necessidade, uma vereadora da cidade acionou um grupo de Rede Social da cidade de Jacobina-Pi, indagando se alguém do grupo conhecia algum parente do procurado moribundo.

 

 

 

Este fato aguçou a curiosidade do Serviço de Inteligência da Força Tática da 5ª CIPM, em razão de ser habitual que foragidos da região, com mandados em aberto costumem procurar como refúgio os Estados do Maranhão ou do Pará, para ali esconderem-se. E, por isso, efetuou-se pesquisas junto aos serviços de consulta de Mandados de Prisão constatando-se a existência do mandado em aberto, por conta de um crime de homicídio no qual vitimou a companheira e tentou contra a vida de mais outras duas pessoas.

11072757_1065789340104305_497494154_n

 

Com isso, utilizando-se também o referido aplicativo, localizou-se um policial civil da Inteligência da PCMA lotado na cidade de Porto Franco, que prontamente dirigiu-se ao Hospital Maternidade Anderson Marinho e efetuou a prisão do foragido, por volta das 17:30 horas.

 

 

 

 

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais