23.1 C
Jacobina do Piauí
28 de fevereiro de 2024
Cidades em Foco
GeralPicosPolícia

Justiça condena acusados de assassinar vereador Titico Barbosa

Chegou ao final o longo julgamento de Josimar Holanda Nunes, o Mazinho e José Gonçalves Nunes, o Zé Neto, apontados como autores da morte do vereador Francisco de Assis pio da Silva, o Titico. Após 20 horas de seção do júri, o veredito foi lido pela juíza Nilcemar Araújo Rodrigues às 06h10min desta sexta-feira, dia 13. Os sete jurados condenaram os acusados por homicídio, lesão corporal, porte de arma de fogo e arma branca.

reussss

 

Durante toda essa quinta feira (12) e madrugada de sexta feira (13), os jurados acompanharam o interrogatório dos réus, das testemunhas de acusação, além da defesa e acusação. As testemunhas de defesa arroladas pela assistência de defesa foram dispensadas.

 

Em seu depoimento Mazinho assumiu a culpa pelos crimes e alegou legítima defesa e se recusou a responder algumas perguntas feitas pela juíza, pela promotoria e pela assistência de acusação. Já seu pai, Zé Neto, alegou não lembrar dos fatos com clareza e afirmou que naquele momento não se sentia bem.

 

Para tentar convencer os jurados, defesa e acusação foram incisivas. A acusação deu início aos debates e durante a fala do assistente de acusação, Herval Ribeiro, foram exibidas fotos do corpo do vereador com as marcas da violência, foram lidos trechos de depoimentos e laudos técnicos. A acusação tentou convencer o júri da efetiva e decisiva participação dos réus no crime.

 

Já a defesa, tentou mostrar aos jurados que o crime foi praticado em legítima defesa, sem a participação de Zé Neto. Nazareno Thé ainda questionou o sumiço de uma pistola que foi encontrada no porta-luvas do carro da vítima após o crime.

 

Tão logo os debates foram concluídos, a juíza Nilcemar Rodrigues Araújo, leu os questionários a serem respondidos pelos jurados e fez breve orientação. Por volta da meia noite a plateia deixou o auditório e aguardou no saguão do fórum o fim da votação dos jurados. Às 05h30 da manhã desta sexta-feira todos foram convidados a retornar ao auditório, onde foi lida a sentença.

 

A juíza Nilcemar Araújo definiu pena de Mazinho em 27 anos e 11 meses de reclusão; 2 meses e 27 dias de prisão simples e 150 dias/multa. Ele foi julgado por homicídio contra o vereador Titico, lesão corporal, posse de arma branca e de fogo.

 

Zé Neto em foi condenado a 42 anos, 09 meses e 15 dias de reclusão; 02 meses e 27 dias de prisão simples e 190 dias/multa. Ele foi julgado por porte de arma branca e de fogo, tentativa de homicídio contra Francisco Pio e Titico Barbosa.

 

Com auditório lotado, quem também acompanhou parte do julgamento foram os vereadores Edílson Carvalho, Filomeno Portela e o ex-vereador Chico de Chicá.

 

 

 

Reportagem Marta Soares, do Folha Atual

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais