25 C
Jacobina do Piauí
21 de maio de 2024
Cidades em Foco
DestaqueGeralMunicípiosPaulistanaPolícia

Mulher é agredida a pedrada pelo marido em Paulistana. Confira!

Uma mulher de nome Roberta Barbosa, de 38 anos, residente no Bairro São Francisco, na cidade de Paulistana (PI), ficou ferida na cabeça depois de ter sido agredida a pedrada pelo próprio marido, de nome Wedson, 27 anos, por volta de 14h00min deste domingo (29), próximo a entrada da localidade Monte Belo, a cerca de 6 km da cidade de Paulistana (PI).

 

A vitima, relatou que aceitou o convite do marido após insistência do mesmo para um passeio de moto, mesmo sabendo que ele estava embriagado, porém, ao chegar no local acima citado, a gasolina da moto teria acabado, e segundo a mulher, o homem passou a exigir que ela desse conta de gasolina para tirar a moto do “prego”, A mulher disse que não tinha condição pois, estava sem dinheiro, a partir de então, o homem passou a agredir a esposa com socos e para completar deu-lhe uma violenta pedrada na cabeça, passando a mesma a perder sangue.

 

 

A policia militar, após tomar conhecimento do fato se dirigiu rapidamente ao local e encontrou o suposto agressor e o prendeu em flagrante, a mulher foi levada para o Hospital Regional de Paulistana, toda ensanguentada, onde passou por curativo e em seguida se dirigiu para a delegacia civil para  registrar um B.O.

 

 

Na delegacia a mulher muito nervosa, disse que teve medo de morrer e no momento das agressões desejou que alguém, ou até mesmo a policia chegasse ao local para socorrê-la. Relatou e mostrou varias cicatrizes no seu corpo até mesmo por faca de outras agressões sofridas por ela, do marido. O homem está preso e poderá ser qualificado na lei Maria da Penha.

 

 

Os policiais militares que participaram da prisão do homem foram, o Tenente Torres e os cabos Alexandre, e Jorge.

 

 

 

Fonte: FN Notícias / Fábio Nascimento

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais