18 de abril de 2024
Cidades em Foco
GeralPolícia

Com carteira vencida, Mano Brown é detido por desacato em São Paulo

O rapper Mano Brown, vocalista do grupo Racionais MC’s, foi detido pela PM de São Paulo por volta das 16h desta segunda, 6, acusado de desacato após ter sido abordado em uma blitz na avenida Carlos Caldeira Filho, na Zona Sul da cidade.

Foto: Foto: Klaus Mitteldorf


Mano Brown

 

De acordo com a polícia, Mano estava passando pela região sozinho em seu carro e, ao perceber a blitz freou bruscamente. Isso chamou atenção dos policiais, que pararam o carro. Ainda de acordo com a polícia, os agentes fizeram o procedimento de abordagem padrão e pediram que ele saísse do veículo. Na hora que pediram para ele colocar as mãos na cabeça, Brown não teria gostado e nesse momento teria desacatado os policiais.

 

 

Carteira vencida, IPVA atrasado e multas
Ainda segundo a polícia, Mano estava com a carteira de motorista vencida desde 2012. Além disso, o carro, que está no nome da mãe dele, tem multas que somam cerca R$2300 e o IPVA vencido também desde 2012. Mano, que está prestando depoimento neste momento, será liberado ainda hoje. Um grupo de fãs o aguarda na porta da delegacia.

 
Advogado alega abordagem agressiva por parte dos policiais
O advogado do rapper, Rafael Ornaghi, acusou os policias de abordagem indevida: “Ele foi parado na blitz, o reconheceram e a abordagem policial foi de forma violenta. Houve discussão e ele foi trazido para cá por desacato. Os policias dizem que pediram para ele colocar as mãos na cabeça, mas ele teve o braço forçado para trás, ele disse que pediu calma aos policiais mas foi algemado e jogado no chão”, afirmou Ornaghi, sendo cauteloso ao usar o termo agressão: “Foi levemente agredido, mas só vamos saber ao certo depois do resultado dos exames. Vamos acompanhar o andamento dessa ação, juntar provas e averiguar o que será feito.”

Foto: EGO


Fãs de Mano Brown aguardam na porta da delegacia

O advogado de Brown também fez questão de descartar qualquer outro tipo de problema envolvendo seu cliente: “Gostaria de deixar claro que não há nenhum envolvimento com crime nesta ação. Não há nenhuma ilegalidade, não foi cometido nenhum delito. Não há envolvimento com o tráfico de drogas, como já ouvi. Ele tem provas e filmagens que serão juntadas ao processo posteriormente.”

 

 

Histórico de ocorrências
Em 2004, Brown também foi detido por descato após ter sido flagrado com um ponta de cigarro de maconha no condomínio onde morava. Na ocasião, ele foi preso sob fiança no dia seguinte.

 

 

 

Fonte: Ego

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais