25.9 C
Jacobina do Piauí
19 de maio de 2024
Cidades em Foco
GeralPolícia

Skatista arrecadou R$ 23 mil e responderá por estelionato, diz polícia

O skatista Zacarias Gondim foi liberado às 14h30 deste sábado (21) após ficar quase toda a manhã prestando depoimento na Delegacia Geral da Polícia Civil do Piauí. Descalço e trajando apenas camiseta e bermuda, o jovem suspeito de estelionato saiu abraçado com o irmão, Emanuel Castelo Branco, e não respondeu às perguntas dos jornalistas. Uma campanha arrecadou fundos para que ele se tratasse de uma leucemia, mas a polícia investiga se o jovem está mesmo doente.

 

Emanuel Castelo Branco, irmão do skatista, informou que foi orientado pelo delegado para não dar declarações sobre o assunto, para não atrapalhar as investigações sobre o caso. Pela manhã, ele relatou que Zacarias começou a ter dificuldades para respirar, vomitou sangue e sofreu fortes dores de cabeça durante a madrugada. Emanoel garante que ele se encontra em estado de saúde delicado e por isso foi submetido a exames no Hospital de Urgência de Teresina. Todos apontaram que o skatista está hemodinamicamente estável e com sinais vitais normais.

 

O advogado Fabiano Nogueira, que defende Zacarias, informou que continuará acompanhando o caso e garantiu que seu cliente está doente, mas não confirmou se o caso é de leucemia. Segundo ele, é prematuro dizer qual doença pode ter acometido o skatista. Nogueira declarou ainda que seu cliente está sendo execrado pela sociedade.

 

O delegado Carlos André, que investiga o caso do skatista, acrescentou que, em depoimento, o jovem disse ter arrecadado em torno de R$ 23 mil com a campanha, dinheiro que foi depositado em duas contas – uma no Banco do Brasil e outra no Itaú.

 

O delegado disse ainda que Zacarias não informou de qual doença sofre. “Em depoimento, ele diz que está doente, achou que era leucemia, mas que não sabe o que tem. Ele informou que cospe sangue, desmaia e que já deu entrada várias vezes no Hospital do Dirceu”, contou Carlos André.

 

Segundo o delegado, o jovem entregou R$ 4.950 em espécie e um cartão do Banco do Brasil, referente à conta na qual estava sendo depositado o dinheiro. O skatista informou que a conta do Itaú não está em seu nome e é administrada por outras pessoas. “Vamos investigar quem está administrando essa conta e quanto foi depositado”, completou o delegado.

 

De acordo com a polícia, Zacarias responderá pelo crime de estelionato (artigo 171 do Código Penal), mas foi liberado porque não foi preso em flagrante. O delegado confirmou que as vítimas serão ressarcidas, mas explicou que o dinheiro será depositado em juízo.

 

 

Fonte: Cidade Verde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais