23.9 C
Jacobina do Piauí
23 de abril de 2024
Cidades em Foco
EconomiaGeralPiauíPolítica

Sancionada lei que reajusta salário de servidores no Piauí; saiba quando entra em vigor

Dinheiro / Foto: Cidades em Foco

O Governo do Piauí sancionou, nesta sexta-feira (8), a lei que reajusta em 5,35% o valor do salário dos servidores públicos efetivos estaduais, e dos aposentados e pensionistas. O mesmo percentual será aplicado nos anos de 2025 e 2026. A Lei nº 8316 será publicada ainda hoje no Diário Oficial do Estado (DOE).

Conforme o governador Rafael Fonteles, o novo valor entra em vigor a partir de 1º de maio. “É um reajuste maior que a inflação de 2023, que foi de 4,62%. Portanto, garantindo ganho real aos servidores”, destacou Rafael, que autorizou também a política de promoção e progressão do funcionalismo. “Decidimos por essa política após as discussões nas mesas de negociações com os servidores, por meio de sindicatos e associações”, afirmou.

A lei também atualiza para R$ 4.580,57 o valor do piso salarial profissional estadual para os profissionais do magistério público da educação básica ocupantes de cargo efetivo.

As gratificações, adicionais, indenizações, vantagens incorporadas, vantagem pessoal nominalmente identificada, montepio e demais vantagens pecuniárias dos servidores públicos e militares indicados desta lei permanecem em seus atuais valores nominais.

O adicional noturno e a gratificação pela prestação de serviço extraordinário permanecem calculados de acordo com a legislação específica. Os efeitos financeiros do reajuste atendem aos requisitos previstos na Lei de Responsabilidade.

Impacto financeira do novo reajuste salarial dos servidores

A nova lei que reajusta os salários de servidores deverá impactar em mais de R$ 400 milhões nos cofres públicos do Estado. A previsão é do secretário estadual de Fazenda, Emílio Júnior.

De acordo com o gestor, só no primeiro ano, esse reajuste salarial dos servidores impactará em R$ 466 milhões e, segundo o governo do Piauí, os efeitos financeiros do reajuste salarial dos servidores atendem aos requisitos previstos na Lei de Responsabilidade Fiscal.

“É importante falar qual é o valor de uma despesa de pessoal. A folha bruta de gasto com pessoal do Piauí supera R$ 9 bilhões ao ano. Qualquer percentual em cima disso dá uma representatividade em valores financeiros muito grande. Temos a preocupação de sempre colocar nosso Estado dentro de um equilíbrio fiscal e não podemos também atender à aquilo que não vamos conseguir executar”, afirmou Emílio Júnior.

Após sancionar o reajuste, Rafael Fonteles destacou que não pode atender a todas as demandas [de todos os servidores] devido à limitação orçamentária, pois é necessário manter o equilíbrio fiscal das contas públicas para não prejudicar toda a sociedade. “Mas temos conseguido, com a competência de nossa equipe, o compromisso do Estado do Piauí em valorizar o servidor público”, disse.

Fonte: O Dia

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais