26.8 C
Jacobina do Piauí
22 de junho de 2024
Cidades em Foco
EconomiaGeral

Governo busca parcerias internacional para fomentar turismo no Piauí

O governador Wellington Dias afirmou que o Governo do Estado tem interesse em ampliar as parcerias com outros países, no sentido de buscar incentivos financeiros e conhecimento para melhorar áreas específicas, dentre elas o turismo. Nesse sentido, o gestor revelou que o Estado está negociando, junto ao Governo Federal, a implantação de sete aeroportos regionais.  A declaração foi dada na manhã desta terça-feira (30), durante o seminário final do projeto denominado “Apoio das Demandas, Potencialidades e Propostas do Território da Serra das Confusões”.

O projeto, que faz parte de uma das ações realizadas pelo Programa Brasil Próximo, cooperação internacional que visa aproximar regiões italianas e brasileiras, foi desenvolvido pela Secretaria da Assistência Social e Cidadania (Sasc), em parceria com a ONG italiana Cooperação para o Desenvolvimento dos Países Emergentes (Cospe).

“Pretendemos prosseguir com as cooperações com outros países. Em julho, vou aos Estados Unidos para uma reunião de trabalho com o Banco Mundial, com o Banco Interamericano, em que o objetivo é ampliar a economia, por meio das nossas exportações. Já temos parcerias firmadas com a Alemanha, através do banco KFW, e com o Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (Fida). Temos parcerias com a Espanha e Portugal. Na América do Sul, estamos trabalhando com o Chile, Uruguai e Colômbia, nessa área da Zona de Processamento de Importações (ZPE), em que faremos uma espécie de zona franca do Piauí na cidade de Parnaíba”, revelou o governador.

Com o objetivo de fomentar o turismo em todo o estado, Dias explicou que é importante desenvolver uma infraestrutura de transportes, com a ferrovia Transnordestina e a implantação de aeroportos regionais, com passagens a preços acessíveis, nos municípios de São Raimundo Nonato, Picos, Valença, Floriano, Piripiri, Bom Jesus e Corrente.

“Temos que viabilizar o desenvolvimento do turismo. Para isso, é necessário se criar uma infraestrutura de transportes, dentre eles o aéreo; uma cultura de produção rural e extração de minérios sustentável e eficiente; estimular o comércio e o artesanato. Para isso, o estado deverá destinar cerca de R$10 milhões. No meu governo anterior, tivemos uma parceria importante com a Itália, que já tem uma experiência histórica de pequenos negócios. Esse projeto, em parceria com uma ONG italiana, é importante para integrar os parques da Serra da Capivara e Serra das Confusões e divulgar o potencial turístico do estado, para isso vamos contar com a parceria do Ministério das Cidades”, frisou Wellington Dias.

1000

Maria Cristina Sampaio, coordenadora do Programa Brasil Próximo, destaca que o projeto no Piauí foi um dos mais abrangentes, incluindo órgãos como o Ibama, ICMBio, Codevasf e Ministério da Integração. “O projeto, que iniciou em 2003, busca estimular a autoestima das comunidades, fazê-los entender que esse é o seu pedaço de terra e que eles devem contribuir, ajudar no desenvolvimento”, concluiu.

 

 

Fonte: Cidade Verde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais