27.3 C
Jacobina do Piauí
26 de fevereiro de 2024
Cidades em Foco
DestaqueGeralMunicípiosPicos

Cai o número de acidentes com mortes nas rodovias de Picos

A Polícia Rodoviária Federal divulgou o balanço das notificações e ocorrências registradas na 4ª Delegacia da PRF, sediada em Picos, ao longo dos últimos cinco anos. Os números mostram que houve uma queda na quantidade de acidentes com mortes entre 2013 e 2014, mas ainda surpreendem pela quantidade de infrações relacionadas.

 

Em 2014 foram registrados 463 acidentes com 66 mortos. O número é menor em comparação com 2013, quando a PRF registrou 525 acidentes e 76 mortos nas rodovias que cortam a circunscrição da 4ª Delegacia.

 

Ainda assim, os índices podem ser considerados preocupantes, pois de 2010 a 2014 ocorreram 2.466 acidentes com um total de 376 mortos e 732 feridos graves. A média fica em torno de 463,2 acidentes por ano.

O número de infrações registradas apenas em 2014 também é alto, mas mostra uma queda em comparação com 2013. Ao todo, foram 23.891 infrações no ano passado, 3.106 a menos do que no ano anterior.

Apesar de serem significativos os dados de 2013 e 2014, quando comparados com os índices de 2010 é possível identificar que as rodovias da região de Picos estão se tornando mais seguras. “Os dados são positivos. Sabemos que a frota aumenta significativamente todos os anos e estamos conseguindo nos últimos anos intensificar a fiscalização, aumentando a quantidade de multas e a presença do Estado, e estamos conseguindo reduzir o número de mortos e acidentados graves na nossa circunscrição”, comemora o Inspetor Washington Sousa (foto abaixo).

O policial rodoviário atribui a evolução na segurança dos trechos a fatores como aumento do efetivo da 4a Delegacia da PRF, melhoria na qualidade das rodovias, instalação de radares e barreiras eletrônicas, além da maior conscientização dos condutores.

 

 

 

Fonte: Portal Grande Picos

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais