23.1 C
Jacobina do Piauí
28 de fevereiro de 2024
Cidades em Foco
DestaqueGeralPolícia

Pai se passa por criança para denunciar vendedor que oferecia PIX em troca de fotos íntimas no PI

O pai de uma criança de 11 anos, que descobriu as mensagens de cunho pornográfico, que um vendedor estava mandando para sua filha, conversou com ele por pelo menos três dias, se passando pela vítima. Através do pai, a Polícia Militar prendeu em flagrante o suspeito no centro comercial de União, nesta terça-feira (17).

O pai pegou o celular da filha de 11 anos para monitorar e encontrou as mensagens, então decidiu manter o diálogo para chegar à identidade do abusador. Ao descobrir, acionou a polícia, que apreendeu o celular do homem o que configurou os crimes.

“Na tarde de ontem, nossa equipe foi procurada por um pai que se mostrava bastante aflito com essa situação que ele já vinha acompanhando há três dias com esse falso trabalhador. Foi comprovado pelas mensagens do próprio telefone dele, que nós fizemos a apreensão, onde foi verificado várias crianças mantendo esse contato de teor sexual e pornográfico com esse criminoso”, explicou o comandante do 26º Batalhão da PM (de União), tenente coronel Marcos Lima.

O suspeito de 36 anos, é casado e a esposa está grávida. Durante a prisão, ele confessou ter trocado as mensagens com as crianças, que tinham entre 9 e 12 anos. Com a apreensão do celular, a polícia contabilizou pelo menos 15 contatos diferentes de vítimas.

As conversas tinham cunho sexual. O vendedor oferecia presentes como mochilas e até PIX para receber fotos íntimas das crianças.

“Ele comprava a criança através de material, da própria loja onde ele era motorista, fazia pix, prometia pix para as crianças, ou então dinheiro, ou então presente, como mochilas, [aproveitando] que o fluxo de crianças é muito grande nessa época do ano”, disse.

O policial militar disse, ainda, que não é possível saber se os itens foram entregues, e que somente a investigação poderá dizer. “Ele estava prometendo há vários dias pix, mochilas, várias fotos, agora, se foi entregue ou não, cabe ao processo em si, que vai correr em processo de justiça”, disse.

Nos prints de conversas a que a TV Cidade Verde teve acesso, o suspeito pede que uma garota mande uma foto mostrando o sutiã. Em outro print, ele pergunta se a menina já teve relação sexual com mulheres. Numa outra conversa, o homem que saber se vítima já teve relação sexual com meninos. O Cidadeverde.com optou por não publicar os prints para preservar as vítimas.

A polícia teve acesso a uma foto, supostamente de uma criança, com a calcinha à mostra.

O vendedor foi preso e confessou o crime. Ele foi encaminhado à Central de Flagrantes onde aguarda audiência de custódia.

Por Caroline Oliveira – Cidade Verde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais