25.3 C
Jacobina do Piauí
13 de junho de 2024
Cidades em Foco
GeralPolícia

Mulher morre com um tiro no pescoço quando saia de loja falando ao celular

Atualizada às 19h50

Uma mulher identificada como Jennifer Cartney da Silva, 21 anos, morreu no final da tarde desta sexta-feira (3) vítima de um tiro no pescoço. A primeira informação era de que um celular teria explodido em seu ouvido. O fato aconteceu quando ela saída da loja de assistência técnica Infocell onde trabalhava, na avenida Gil Martins, zona sul de Teresina. O Corpo de Bombeiros e o Samu foram chamados para atender a ocorrência, que atraiu dezenas de curiosos.

A viatura do Corpo de Bombeiros foi a primeira que chegou ao local. De acordo com informações da instituição, a mulher apresentava respiração fraca e foi levada ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT) em estado grave, onde morreu minutos mais tarde.

Segundo o Tenente Arnaldo Vasconcelos, do Corpo de Bombeiros, a vítima tinha uma perfuração a bala no lado direito no pescoço.

A representante comercial Margarete de Paula Souza estava no local e disse que o fato aconteceu por volta das 18h40. Segundo ela, a vítima saiu da loja com o nariz sangrando e chegou a sentar na calçada. A testemunha relatou ainda que a jovem estava com o braço queimado e uma perfuração próximo ao pescoço.

“Ela chegou a correr, sentou, mas estava sangrando pela boca e pelo nariz. Os populares ligaram para o Samu, mas demorou e foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros”, afirmou a testemunha.

O cabo do 1º BPM, Valmir dos Santos Fernandes, informou que a vítima era estudante de contabilidade e funcionária da loja. Segundo ele, ela já chegou sem vida ao hospital. O corpo vai ser levado ao Instituto Médico Legal (IML) para ser periciado. Ela morava no bairro Cidade Nova.

“Quando ela saiu da loja bateu em uma moto e queimou o braço, por isso houve a confusão de que seria o celular. A polícia não sabe se foi assalto ou qualquer outra ocorrência. Os funcionários serão ouvidos”, disse.

A mãe da garota está no HUT desesperada sem entender o que aconteceu.

 

Yala Sena (Flash)

 

Fonte: Cidade Verde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais