23.9 C
Jacobina do Piauí
24 de abril de 2024
Cidades em Foco
GeralNordeste em FocoPiauíPolítica

MDB realiza filiações e quer eleger 60 prefeitos no Piauí este ano

O MDB projeta sair da eleição municipal deste ano com 60 prefeitos eleitos no Piauí. Um passo importante para bater a meta foi dado nesta segunda-feira (18) com um ato de filiação no diretório regional. A três semanas para o fechamento da janela partida, o MDB filiou 12 prefeitos de mandatos e cerca de 30 pré-candidatos a prefeitos, assim como pré-candidatos a vice-prefeitos e vereadores.

O senador Marcelo Castro, presidente regional da sigla, explicou que o MDB tem a tradição de eleger um grande número de lideranças no Piauí. Para ele, o evento de hoje reforça que o partido chega forte para disputar o pleito na capital e também no interior do estado e manter a tradição.

Tem gente de Luís Correia, Cristalândia, Picos, Floriano. Todas as regiões do estado estão aqui representadas e nosso partido está se fortalecendo. Todo partido quer se fortalecer ao máximo. O momento de todo partido se fortalecer é nas eleições municipais, onde você vai eleger um bom número de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. Nenhum partido é forte em si se não for forte nas bases

Marcelo CastroPresidente estadual do MDB

Castro analisou que ao final das eleições os gestores municipais estarão concentrados em apenas quatro partidos. Ele comentou que PT, MDB e PSD serão os mais fortes da base do governo, enquanto o Progressistas será a grande força da oposição.

“Está cedo ainda, mas o MDB está bem posicionado. No final das eleições, teremos quatro grandes partidos. Com o fim das coligações, partidos estão se fortalecendo e outros estão diminuindo. Acredito que o MDB vai ficar no meio desses quatro maiores partidos do Piauí”, declarou.

Na última eleição municipal, o MDB elegeu 35 prefeitos. Ao longo dos últimos três anos, no entanto, o partido filiou mais 11 gestores e chegou a 47 prefeitos. E agora passou dos 50 prefeitos.

Dr. Pessoa se manifesta após perder Republicanos

O Prefeito Dr. Pessoa reagiu duramente à manobra da cúpula do Republicanos para transferir o comando do partido para o grupo político do deputado Jadyel Alencar. Em Brasília, o presidente nacional da sigla, Marcos Pereira, transferiu o controle da legenda para a esposa de Jadyel, Aléssia Xavier, frustrando os planos do prefeito de disputar a reeleição pelo Republicanos.

A decisão da cúpula partidária favoreceu diretamente o deputado estadual Jeová Alencar, até então pré-candidato a prefeito. Na manhã desta segunda (18) Silvio Mendes anunciou o nome de Jeová como pré-candidato a vice em sua chapa.

Fonte: O Dia

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais