31.6 C
Jacobina do Piauí
15 de abril de 2024
Cidades em Foco
GeralPolícia

Idoso queima corpo do filho morto por não ter dinheiro para caixão no Piauí

O aposentado Raimundo Francisco de Sales de 70 anos queimou o corpo do próprio filho morto no quintal de casa, justificando que a família não possuía dinheiro para pagar um caixão para que ele fosse enterrado. O caso foi descoberto pela Polícia Militar após o falecimento de Constância, esposa do idoso.

“Como trata-se de uma cidade pequena, quando morre alguém eles sempre chamam a Polícia para verificar. Quando avisaram a morte de dona Constância a PM foi até lá e ao chegar no local perceberam que haviam restos de uma ossada no quintal. Quando questionado, o idoso respondeu que tratava-se do filho de 17 anos, que havia morrido e a família não tinha dinheiro para fazer um enterro e por isso ele queimou o corpo”, contou o tenente Gilson Medeiros, comandante da 4ª companhia em Fronteiras.

 

O idoso acrescentou à Polícia que no dia que queimou o corpo do filho, Pedro de Jesus Sales, de 17 anos, ele próprio também estava muito doente e não tinha condições de sair de casa para procurar ajuda. “É uma situação esdrúxula, nunca tínhamos presenciado algo assim. Ele contou que o filho já tinha morrido há três dias e já estava fedendo e ele teve que fazer isso. Levamos o caso até a Polícia Civil onde foi feito um procedimento. O delegado já ouviu o depoimento do seu raimundo e foram coletados restos da ossada que sobraram para exame no IML para a identificação”, acrescentou o policial.

O corpo de Constância também foi trazido para o IML em Teresina para procedimentos legais. O comandante acrescentou que o idoso tem outros três filhos e todos, inclusive Pedro, têm problemas mentais. “Pelo diálogo que tivemos com o aposentado também acreditamos que el também possa ter algum distúrbio”, explicou o policial.

 

 

 

 

Fonte: Rayldo Pereira / Cidade Verde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais