26.9 C
Jacobina do Piauí
17 de julho de 2024
Cidades em Foco
DestaqueGeralPaquetá do PiauíSaúde

Farmácia Popular terá medicamentos gratuitos para Parkinson e colesterol alto; veja lista

Remédios - Foto ilustrativa reprodução : Agência Brasil

Programa Farmácia Popular disponibiliza, a partir desta quarta-feira, 10 de julho, medicamentos gratuitos para colesterol alto, rinite, doença de Parkinson e glaucoma. Os novos medicamentos se juntam a uma lista de outros fármacos já disponíveis para doenças como diabetes, asma, hipertensão e anticoncepção. Veja a lista completa aqui.

Os novos medicamentos disponíveis gratuitamente a partir de hoje são:

  • Colesterol alto: sinvastatina 10mg, sinvastatina 20mg e sinvastatina 40mg;
  • Doença de Parkinson: carbidopa 25mg + levodopa 250mg e cloridrato de benserazida 25mg + levodopa 100mg;
  • Glaucoma: maleato de timolol 2,5mg e maleato de timolol 5mg;
  • Rinite: budesonida 32mcg, budesonida 50mcg e dipropionato de beclometasona 50mcg/dose;

O programa Farmácia Popular também oferece medicamento de forma subsidiada para o tratamento de diabetes mellitus associada a doença cardiovascular, além de fraldas geriátricas para incontinência. Nesses casos, o Ministério da Saúde paga parte do valor dos produtos (até 90% do valor de referência tabelado) e o cidadão paga o restante, de acordo com o valor praticado pela farmácia. Ao todo, o Farmácia Popular contempla 12 indicações, incluindo absorventes higiênicos gratuitos paras as beneficiárias do Programa Dignidade Menstrual.

Além disso, os 55 milhões de brasileiros que são beneficiários do Bolsa Família têm acesso a todos os medicamentos e fraldas disponíveis no programa de forma totalmente gratuita. Para retirar, basta o usuário ir até uma farmácia credenciada e apresentar a receita médica, documento de identidade e CPF. O reconhecimento do vínculo do beneficiário com o Bolsa Família é feito automaticamente pelo sistema, não sendo necessário fazer cadastro prévio.

Como obter os medicamentos

Para obter os medicamentos, o paciente deve comparecer a um estabelecimento credenciado, identificado pela logomarca do programa, e apresentar documento oficial com foto e número do CPF ou documento de identidade em que conste o número do CPF. Também é necessário apresentar a receita médica dentro do prazo de validade, tanto do Sistema Único de Saúde (SUS) quanto de serviços particulares.

Quando foi relançado em junho do ano passado, o programa trouxe novidades para os beneficiários do Bolsa Família, que passaram a retirar os 40 medicamentos disponíveis no programa gratuitamente.

Só em 2023, o programa atendeu 22 milhões de brasileiros com medicamentos gratuitos ou com preço subsidiado pelo programa. Com isso, mais de dois milhões de pessoas que haviam deixado de ser atendidas nos últimos anos conseguiram acesso aos produtos farmacêuticos. É um aumento de 8,8% em relação a 2022.

Fonte: O Dia

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais