18 de abril de 2024
Cidades em Foco
DestaqueGeralPicos

Bolsa Família: Veja os municípios que mais recebem o benefício no Piauí

Foto: Roberta Aline/ MDS

programa Bolsa Família, do Governo Federal, injeta no Piauí uma média de 410,8 milhões mensais na economia dos 224 municípios do estado. Neste mês de março, por exemplo, serão 604,8 mil famílias serão contempladas com os recursos em todo o estado. Com base nos dados do programa, um ranking dos munícipios que possuem o maior número de cadastros mostra Teresina na liderança.

Veja o ranking:

  1. Teresina – 103.668;
  2. Parnaíba 18.817;
  3. Barras 14.327;
  4. Picos 13.643;
  5. Campo Maior 10.343;
  6. Piripiri 10.211.

Em relação ao valor médio pago pelo Bolsa Família, o município de Porto, no Norte do Estado, aparece na liderança com R$ 737,24 de média. Na sequência, aparecem as cidades de Assunção do Piauí (R$ 729,19), Cristino Castro (R$ 720,67), São João da Fronteira (R$ 713,57), Pio IX (R$ 712,92) e Parnaguá (R$ 708,68). Em Teresina, os beneficiários recebem uma média de R$ 672,37. Em todo o país, o valor médio pago pelo Governo Federal foi de R$ 679,56.

Benefício adicional

Entre os benefícios complementares criados com o novo Bolsa Família, 232,8 mil crianças de zero a seis anos recebem neste mês o adicional de R$ 150 no Piauí referente ao Benefício Primeira Infância, a partir de um repasse federal de R$ 33,6 milhões. A cesta de benefícios complementares também acrescenta R$ 50 neste mês a 316,4 mil crianças e adolescentes de sete a 16 anos e 78,3 mil jovens de 16 a 18 anos, além de 9,5 mil gestantes e 17,9 mil mulheres em fase de amamentação.

Pagamento de março

O pagamento do Bolsa Família do mês de março teve início na última sexta-feira (15) e continua durante esta semana seguindo de forma escalonada, de acordo com o fim do Número de Identificação Social (NIS) de cada integrante. Os pagamentos seguem até o dia 28 de março.

Neste mês, mais de 20,89 milhões de famílias, de todos os 5.570 municípios brasileiros, receberão o benefício do Bolsa Família, que tem valor médio de R$ 679,23, fruto de um investimento federal de R$ 14,153 bilhões.

Regularizar o CPF

A informação de que beneficiários do Bolsa Família que estão com CPF irregular podem perder seu benefício pegou muitos de surpresa. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social (MDS), caso a situação não seja regularizada em seis meses, o recebimento do valor mensal será cancelado. A medida, que começou a valer a partir do dia 1º de janeiro de 2024, visa evitar fraudes no benefício.

O bloqueio do Bolsa Família poderá acontecer em quatro situações: se o CPF estiver suspenso, cancelado, com advertência na Receita Federal, ou se houver alguma inconsistência de dados no CadÚnico. No Piauí, mais de 1.200 pessoas já tiveram o benefício bloqueado, segundo dados da Secretaria da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (Sasc).

Fonte: O Dia

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais