25 C
Jacobina do Piauí
21 de maio de 2024
Cidades em Foco
GeralInternacionalNordeste em Foco

Piauí tem redução nos casos notificados de dengue, zika e chikungunya

Dengue - Foto: Fiocruz

O Piauí continua apresentando redução no número de notificações de dengue, vírus da zika e chikungunya, quando comparado ao mesmo período do ano de 2022. Os dados são do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) divulgado nessa quinta-feira (7).

Em relação à dengue, o boletim mostrou que no ano de 2023 foram notificados 7.166 casos da doença em 152 municípios e quatro óbitos. Ano passado, no mesmo período, o estado tinha registrado 31.247 casos em 207 cidades e 14 mortes.

Os municípios de Miguel Leão, Morro Cabeça no Tempo, Luís Correia, Barro Duro e São João da Serra são aqueles que apresentaram maior incidência de casos a cada 100 mil habitantes durante 2023.

  • Dengue apresentou uma redução de 77,1%;
  • Vírus da zika teve queda de 85,1%;
  • Chikungunya caiu 61,2%.

“As reduções registradas nesse novo informe epidemiológico não podem ser motivo de relaxamento em relação às medidas preventivas e de enfrentamento ao mosquito vetor dessas doenças. A população e os gestores municipais precisam continuar a evitar o surgimento de criadouros do mosquito Aedes aegypti”, declarou Ocimar Alencar, supervisor de entomologia da Sesapi.

Vírus da zika

Os registros do vírus da zika não notificaram nenhum óbito ocasionado pela doença. Mas 23 casos prováveis foram apresentados provenientes de 13 municípios. Em 2022, o número de notificações nesse mesmo período foi de 154 casos.

Dom Expedito Lopes, Currais, Bom Princípio do Piauí, Inhuma e Nazária foram os cinco municípios com maior incidência de casos por 100 mil habitantes no ano de 2023.

Chikungunya

Os dados sobre a febre chikungunya apontam que a doença já causou dois óbitos no ano de 2023 no estado. Foram 4.179 casos notificados em 92 cidades.

“A redução de casos é algo positivo, mas nossa última pesquisa de infestação predial mostra que ainda temos municípios em situação de alerta e de risco dentro do estado. Vamos trabalhar junto a esses municípios e buscar as melhores estratégias para melhorar suas situações, ajudando ainda mais na redução de casos”, afirmou Leila Santos, superintendente de Atenção Primária à Saúde e Municípios da Sesapi.

Angical do Piauí, Barra D’Alcântara, Lagoinha do Piauí, Esperantina e Barro Duro são os cinco municípios com maior incidência de casos de chikungunya para cada 100 mil habitantes durante as 35 semanas epidemiológicas de 2023.

Fonte: G1-PI

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais