22 C
Jacobina do Piauí
22 de junho de 2024
Cidades em Foco
GeralPolícia

Pai é preso suspeito de se reaproximar de filha de 17 anos para cometer estupro

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com

Um homem foi preso na manhã desta quinta-feira (01) suspeito estuprar a própria filha de 17 anos. Segundo a polícia, ele se reaproximou da adolescente há poucos meses, após ficar mais de 10 anos afastado do convívio.

A delegada Lucivânia Vidal disse que a vítima foi psicologicamente iludida pelo agressor.  Ela classificou o caso como um dos mais revoltantes que já recebeu na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

“Ela estava feliz pela reaproximação com o pai, que era uma vontade sua. Ela conviveu com o pai até os seis anos, quando ele se separou da mãe e se tornou um pai ausente. Quando ele a procurou, em agosto do ano passado, a vítima ficou feliz com o retorno do vínculo”, disse a delegada.

A família da vítima está inconsolável. “A vítima tem 17 anos, e já tem suas posições formadas. A família apoiou a decisão dela de aceitar a aproximação com o genitor. E agora estão todos revoltados, sobretudo a mãe, que já teve uma relação mais profunda com ele”, ressaltou a delegada.

A vítima informou em depoimento à polícia a logística dos abusos. “O suspeito tem dois endereços. Em um ele mora com a família e o outro ele usava para praticar os abusos. Chamou a nossa atenção que ele nunca levou a filha para o convívio da sua família, sempre levava a moça para essa casa vazia”, explicou a delegada.

Os crimes aconteceram no segundo semestre de 2022. A vítima procurou a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente em janeiro de 2023, para fazer a denúncia.

“Após os abusos, que ocorreram em mais de uma ocasião, a vítima ficou ‘perturbada’, o namorado da vítima desconfiou e inquiriu a moça, que confirmou os abusos” explicou a delegada.

Agora o suspeito será enviado a Delegacia de Flagrante para audiência de custódia. “O processo está encerrado e será remetido à Justiça”, explicou Lucivânia Vidal.  Ele será indiciado por estupro qualificado.

Fonte: Adriana Magalhães / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais