26.9 C
Jacobina do Piauí
17 de julho de 2024
Cidades em Foco
DestaqueGeralNordeste em FocoPiauí

INSS: Tempo de espera por perícia cai de oito para três meses no Piauí

Agência do INSS - Foto: Marcelo Casal Jr/ Agência brasil

O Instituto Nacional do Seguro Social do Estado do Piauí (INSS) registrou queda nos últimos 12 meses no tempo de espera por perícia médica presencial. Em junho do ano passado, o tempo médio era de 206 dias, já em maio de 2024, este tempo diminuiu para 91 dias. Atualmente, o Piauí possui 31 unidades da Previdência Social, sendo que 10 realizam perícias médicas.

O balanço divulgado corresponde às perícias tanto para a concessão do Auxílio por Incapacidade Temporária (AIT), quanto de Benefício de Prestação Continuada à Pessoa com Deficiência (BPC).

De acordo com Ana Lúcia Vilela, perita médica federal, a perícia médica é uma etapa fundamental na análise de requerimentos para a concessão de benefícios e essa redução no tempo de espera representa um grande avanço.

“O resultado reflete o esforço contínuo de nossa equipe para o melhor atendimento. Temos trabalhado arduamente para agilizar os processos e garantir que cada pessoa seja atendida de maneira mais satisfatória”, garantiu.

Haroldo Gualter, perito médico federal, reforça que a maioria das perícias médicas são feitas de forma remota, sem a necessidade de comparecer à agência, já as perícias presenciais, com redução de tempo, ajudam a melhorar o atendimento ao público.

“É importante reduzir o tempo de espera da perícia presencial, pois muita gente viaja longas distâncias e aguarda nas agências, às vezes, com problemas de saúde e crianças de colo”, avaliou.

Agência de Floriano tem maior redução

O resultado do balanço no atendimento de perícias médicas apontou que dentre as Agências de Previdência Social (APS), a que apresentou maior redução no tempo de espera foi a agência de Floriano, município localizado a 246 quilômetros de Teresina.

Segundo a perita médica Ana Lúcia Vilela, em junho de 2023, o tempo médio na unidade era de 237 dias, já em maio deste ano, este número caiu para 103 dias.

“É uma agência muito estratégica para o interior do Piauí, pois abrange várias cidades da região. Isso possibilitou que cidadãos tivessem seus requerimentos atendidos com maior rapidez”, comentou.

Mutirões de perícias médicas

Uma das ações que contribuiu para a redução no tempo de espera foram os mutirões de perícia médica. O gerente executivo do INSS Piauí, William Machado, explicou que os mutirões são resultados de uma forma conjunta com a Perícia Médica Federal e com a equipe administrativa do requerimento do INSS.

“Mobilizamos nossos servidores para os mutirões nos fins de semana. As agências funcionaram aos sábados e domingos no esforço conjunto para a redução do tempo de espera. O resultado positivo foi atingido graças aos que não mediram esforços para que conseguíssemos este objetivo”, finalizou.

Fonte: O Dia

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais