24.3 C
Jacobina do Piauí
27 de fevereiro de 2024
Cidades em Foco
DestaqueEntretenimentoGeralPiauí

IBGE aponta que Piauí aumentou em 170% os investimentos em cultura de 2021 a 2022

Foto arquivo Cidadeverde

s investimentos do governo do Piauí em cultura aumentaram em 176% de 2021 a 2022, porém precisa ampliar o acesso as salas de espetáculos. A informação foi divulgada na manhã desta sexta-feira (1º) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com base no  Sistema de Informações e Indicadores Culturais.

De acordo com o IBGE, o Piauí investiu R$ 47,1 milhões em cultura no ano de 2022 e R$ 17,1 milhões em 2021, devido a pandemia, tendo um incremento de cerca de R$ 30,3 milhões.

Na série histórica (de 2012 a 2022), o governo estadual chegou a elevar em 5 vezes sua participação nos gastos em cultura em relação ao total dos estados no país. Em termos de país, os governos estaduais que mais despenderam recursos em cultura, em 2022, foram São Paulo, com R$ 1,17 bilhão (27,2%), e o Pará, com R$ 358,6 milhões (8,3%)

Municípios do Piauí menos investem em Cultura 

No ano de 2022, segundo o IBGE, as prefeituras do Piauí despenderam cerca de R$ 83,7 milhões com cultura. Naquele ano, os municípios da região Nordeste despenderam um total de R$ 2,34 bilhões em atividades culturais e a participação dos municípios piauienses no total da região foi de cerca de 3,5%, o menor indicador do Nordeste.

Com relação ao Brasil, os municípios de todo o país despenderam um total de R$ 8,04 bilhões e a participação dos municípios piauienses representou cerca de 1%.

Os estados da região Nordeste cujos governos municipais mais investiram em cultura foram a Bahia, com R$ 671,3 milhões, Pernambuco com R$ 482,2 milhões. No Brasil, o estado cujos governos municipais mais investiram em cultura foi São Paulo com R$ 2,01 bilhões.

Teatro e salas de espetáculos

Um total de 48% da população do Piauí reside em municípios que dispõem de teatro e salas de espetáculo, segundo o IBGE. No Brasil, a média de acesso da população àqueles equipamentos culturais em seu próprio município chega a 69,4%, cerca de 21,4 pontos percentuais acima da média observada para a população dos municípios piauienses.

Dentre as unidades da federação, o maior indicador de acesso ao teatro e às salas de espetáculo ficou com o Distrito Federal, onde 100% da população reside em locais com aqueles equipamentos culturais. Na sequência vem o Rio de Janeiro e São Paulo, respectivamente com 93,6% e 88,1%. Por sua vez, os menores indicadores ficaram com Tocantins e Maranhão, respectivamente com 39,3% e 35,1%.

Piauiense se desloca 1h para ter acesso a cultura 

O tempo médio de deslocamento da população piauiense para acesso aos municípios que dispõe de teatro e salas de espetáculo é de cerca de uma hora e doze minutos, o maior tempo de deslocamento da região Nordeste e oitavo maior do Brasil.

O tempo médio de deslocamento na região Nordeste é de 39 minutos e no país, de 49 minutos. Na região Nordeste, o menor tempo de deslocamento é o do Ceará, com 17 minutos, e no país, o do Distrito Federal, com acesso imediato.

Em razão das grandes distâncias de seu território, a população do Amazonas é a que leva mais tempo de deslocamento para acessar teatro e salas de espetáculo, com dezenove horas e cinquenta e três minutos.

Cinema

No estado, 39% da população do estado residindo em municípios que dispõe de cinema, sendo o sexto menor indicador do país.
A média de acesso da população brasileira ao cinema foi de 57,5%.

O tempo médio de deslocamento da população piauiense para acesso aos municípios que dispõe de cinema é de uma hora e quarenta e nove minutos, o segundo maior indicador da região Nordeste e o décimo maior do país.

Os equipamentos culturais de maior acesso à população piauiense em seus próprios municípios são os museus, disponíveis para cerca de 53,9% da população do estado.

O tempo médio de deslocamento da população piauiense para acesso aos municípios que dispõe de museu é de 46 minutos.

Por Yala Sena / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais