33.7 C
Jacobina do Piauí
14 de julho de 2024
Cidades em Foco
GeralNordeste em FocoPolítica

Governo do Piauí prevê cortes de diárias, passagens aéreas e demissão de terceirizados

Foto: Arquivo/ Cidadeverde.com

Após o Tesouro Nacional anunciar uma nova redução nos repasses do Fundo de Participação dos Estados (FPE), o Governo do Piauí prevê adotar medidas para o freamento dos gastos. A estimativa do governo é de que o corte em agosto chegue a 8,5%, em comparação ao mesmo período do ano passado.

O secretário estadual de Fazenda, Emílio Júnior, explicou que os cortes de gastos devem incluir passagens aéreas, diárias custeadas pelo Governo e demissão de terceirizados.

“Essa queda significa que nós vamos ter que segurar ainda mais os gastos do Governo do Estado. É algo que não era esperado, aconteceu e agora nós vamos ter que ajustar. Vamos ter reduções de itens de custeio: diárias, passagens aéreas, e terceirizados. São todos esses custos para que a gente possa tentar fechar o ano com as contas mais equilibradas”, relatou o secretário.

Como funciona o FPE?

O FPE é resultado da arrecadação federal com o Imposto de Renda e o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). A fatia destinada ao fundo desses recursos é de 21,5%.

Cada estado tem direito a uma parcela do montante, que é calculada a partir de um coeficiente. Os recursos entram para o Orçamento dos estados e podem ser utilizados pelos governadores.

Fonte: G1-PI

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais