27.2 C
Jacobina do Piauí
28 de fevereiro de 2024
Cidades em Foco
Caridade do PiauíDestaqueGeral

Caridade do Piauí ficou cinco dias sem abastecimento de água; Confira!

Os moradores do município de Caridade do Piauí, a 447 km ao Sul do estado, ficou sem água durante cinco dias. De acordo com populares, o problema que afetou o abastecimento ainda na quinta-feira (7) não foi identificado pela Águas e Esgotos do Piauí S/A (Agespisa), órgão responsável pela distribuição de água. A denúncia foi feita por meio da plataforma colaborativa VC no G1. A Agespisa informou que a água  retornou às torneiras das casas em Caridade do Piauí na segunda-feira (10).

Conforme o internauta Francisco Manoel, a falta de água é um problema recorrente na cidade.

“Ninguém da Agespisa dá uma resposta para os moradores. Toda vez que ligo lá, eles falam não saber do problema e que nunca foram comunicados. E nós ficamos aqui esse tempo todo sem água. Não tem como banhar ou fazer comida. É uma calamidade”, contou.

No local, os moradores contam que se viram como pode. Segundo Francisco Manoel, alguns pegam água do açude da cidade e outros chegam a comprar galões ou pagam carros pipa.

“No meu caso eu tenho um caixa d’água, que já está quase seca. Se a água não voltar logo, não sei como vou fazer. As louças e roupas estão todas sujas”, declarou.

Ainda de acordo com o morador, as escolas da região continuam funcionando normalmente, mas alguns serviços na cidade já ameaçam parar caso o problema não seja resolvido. “Enquanto não tiver água nas torneiras o problema vai continuar e pode piorar. Falta água para tudo”, destacou o internauta.

Nota da redação: A Agespisa informou que a água já retornou às torneiras das casas em Caridade do Piauí. A regularização do fornecimento ocorreu na segunda-feira (11) à tarde depois que o órgão corrigiu um defeito na bomba da estação elevatória, responsável em distribuir água para toda a zona urbana da cidade.

Segundo a Agespisa, o problema na bomba foi causado pelo desgaste nos rolamentos, conforme explicou o gerente regional em Picos, Sérgio Alves da Silva. O serviço foi iniciado no sábado (8) e como as peças não foram encontradas no comércio local, a empresa teve que adquirir os novos rolamentos em Picos, a cerca de 160 quilômetros de distância.

 

 

 

Fonte: G1

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais