24.5 C
Jacobina do Piauí
27 de fevereiro de 2024
Cidades em Foco
GeralNordeste em FocoPolítica

Sílvio Mendes diz que Barbara “tem suas razões” para se aliar ao PT e nega chapa com Jeová Alencar

O ex-prefeito de Teresina, Sílvio Mendes (União Brasil), afirmou, nesta sexta-feira (20) que a decisão da deputada de Bárbara do Firmino (Progressistas), de apoiar Fábio Novo (PT) o surpreendeu, mas disse que ela deve “ter as razões dela”. Ele disse que não procede a informação de que estaria costurando uma possível chapa com o deputado Jeová Alencar (Republicanos) para prefeito e vice de Teresina nas eleições de 2024. Veja o vídeo da entrevista no final desta reportagem.

Sílvio Mendes declarou ainda que chegou a pedir para aliados do ex-prefeito Firmino Filho ajudarem Bárbara a se viabilizar na disputa.

Segundo informações apuradas pela reportagem, a parlamentar teria se sentindo preterida, com a possibilidade de uma composição de chapa, incluindo Jeová Alencar e Sílvio Mendes. A hipótese foi negada pelo ex-prefeito.

“Quando eu quero tomar uma atitude que me envergonha eu invento, a gente coloca uma desculpa que não existe. Eu soube que eu teria feito um compromisso com Jeová Alencar de que seria vice, em uma candidatura a prefeito dele. Isso não existe. Jeová esteve aqui comigo. Prezo e respeito as relações com os adversários. Talvez ele esteja trabalhando por uma candidatura a prefeito e lembro que ele nos apoiou ano passado. Eu disse bem aqui nessas cadeiras, a nossa candidata a prefeita era a Bárbara. Eu pedi a todas as pessoas da equipe do Firmino que a apoiassem. Eu não vou dizer a resposta deles, mas eu pedi que fizessem o que fosse possível, até em memória do Firmino”, declarou Sílvio Mendes.

Questionado sobre como avaliou a decisão da deputada, Sílvio Mendes disse que ficou surpreso. Ao descrever a relação que mantinha com Bárbara do Firmino ele chegou a citar que a viu como uma “filha” em alguns momentos.

“Foi uma surpresa, sim, porque ela sempre foi recebida na minha casa, muitas vezes, poucos dias atrás, como uma filha. Foi assim que ela foi tratada aqui. Como um filho, naturalmente ela tem as razões, eu pensei em algumas, mas eu não vou dizer, vou respeitar o que eu ouvi de algumas coisas que foram propostas, mas não me cabe estar aqui colocando, de mim, ela nunca vai receber nenhuma palavra de ofensa, nem ela, nem ninguém, não tenho esse estilo e nem quero aprender”, declarou.

Sílvio Mendes mostra pesquisa e fala em “chamado”

Ainda durante a entrevista, Sílvio Mendes mostrou uma pesquisa encomendada pelo grupo da oposição com o Instituto Opinar. Segundo o ex-prefeito, o levantamento foi feito para consumo interno. Na pesquisa espontânea, Silvio Mendes desponta em primeiro lugar entre os demais pré-candidatos avaliados, ele próprio, Fábio Novo (PT), Barbara do Firmino, o prefeito Dr. Pessoa (Republicanos), Luciano Nunes (PSDB) e João Vicente Claudino (sem partido).

Questionado se, nesse cenário, seria, de fato, o pré-candidato da oposição, ele disse que momento ainda é de “silêncio e reflexão”, mas, avaliou a pontuação na pesquisa como um “chamado da população” para o pleito do ano que vem.

“Me honra muito e me faz pensar, a responsabilidade é uma só. Traição você trai ou não. Então, o que posso resumir é que Teresina está chamando. Teresina está chamando. Qual é a resposta que ela vai ter? Nós vamos saber dentro de pouco tempo”, disse.

O senador Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressistas, e coordenador principal do bloco de oposição no Piauí, concede entrevista na segunda-feira (24), na data espera-se a confirmação do nome de Sílvio Mendes como o pré-candidato da oposição em 2024.

Veja o vídeo da entrevista de Sílvio Mendes:

Fonte: CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais