23.9 C
Jacobina do Piauí
24 de abril de 2024
Cidades em Foco
GeralNordeste em FocoPolícia

Operação cumpre 25 mandados contra membros de facções criminosas 

Foto: Ascom/SSP-PI

O Departamento de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) deflagrou, na manhã desta segunda-feira (18), a primeira fase da operação Draco 100 para cumprimento de 25 medidas cautelares de prisões, buscas e apreensões na Vila Ferroviária e nos Residenciais Firmino Filho, Washington Feitosa e Monte Orebe, zonas Sul e Sudeste de Teresina, contra membros de facções criminosas com atuação no Piauí. Ao todo, 13 pessoas foram presas.

De acordo com a Polícia Civil, a ação de hoje é decorrente da continuidade das investigações da operação Draco 84, deflagrada na primeira semana de janeiro deste ano, que teve como objetivo desarticular uma das células do tribunal do crime que atuava na Vila Ferroviária, zona Sul da capital.

O coordenador do Draco, delegado Charles Pessoa, pontuou que os alvos também atuam em crimes violentos, além do tráfico de drogas.

“São criminosos que vêm praticando diversos crimes, principalmente atuando nesses crimes violentos como roubo, homicídios e também atuação no tráfico de drogas. É importante ressaltar que todos eles são membros de facções criminosas. Um dos presos de hoje fugiu da Vila Jerusalém e se abrigou na Vila Mandacaru, hoje conseguimos prendê-lo, para comprovar que não tem lugar que o Draco não alcance”, destacou.

Entre os presos também está Werbert Evangelista de Lima, mais conhecido como Vevete da Vila Ferroviária. Segundo Charles Pessoa, os moradores da região chegaram a registrar diversos denúncias contra ele.

“A comunidade da Vila Ferroviária reclamava muito da ação dele lá. Recebemos várias denúncias por meio dos nossos canais oficiais contra ele que é uma figura que incomodava bastante por lá”, complementou.

O delegado destacou ainda a parceria com a sociedade, que tem utilizados os canais de comunicação do Draco para realizar denúncias.

“O Draco é uma unidade construída a várias mãos. Temos o apoio da imprensa e de toda a sociedade que contribui com denúncias por meio dos nosso canais oficiais. Uma das prisões de hoje é resultado dessa interação com a sociedade”, disse.

A ação de hoje marca um ano da criação do departamento e deve ocorrer em diversas fases.

“Estamos no mês de aniversário do nosso departamento, estamos na centésima operação e esta centésima operação virá ainda mais volumosa como as outras operações já deflagradas no início do ano. É uma operação que irá ter desdobramento em várias fases e nós temos uma expectativa de números muito volumosos”, acrescentou o delegado.

A operação é realizada com o apoio da DIPC, DINT, FEISP, 12º DP, 4º DP, DENARC, Delegacia de União/PI, BEPI, BOPE, RONE e BOPAER.

Por Rebeca Lima e Adriana Magalhães / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais