25.3 C
Jacobina do Piauí
13 de junho de 2024
Cidades em Foco
GeralPolícia

Fábio Abreu revela afastamento do cargo e critica redução da maioridade penal

O secretário de segurança do Piauí, deputado federal Fábio Abreu, vai deixar o cargo este mês para tratar de emendas destinadas por ele ao Estado. O processo, segundo ele, só pode ser feito na Câmara Federal pelo parlamentar titular. A previsão é que o deputado fique pelo menos um mês afastado.

“Não está certo se eu volto segunda-feira. As emendas foram propostas assim que eu, e a deputada Rejane, por exemplo, assumimos o mandato. Essas emendas não estavam previstas, foi um presente digamos assim. Outro processo para a implantação das emendas, tudo indica que só poderá ser feito pelo titular. Se for necessário, nós poderemos retornar, ainda em julho. ”, afirmou o secretário.

O parlamentar volta a Brasília justamente quando se discute no Congresso Nacional a redução da maioridade penal. O projeto foi rejeitado e aprovado em um intervalo de 24 horas na Câmara Federal e reduz de 18 para 16 anos, a idade penal nos casos de crimes hediondos (estupro, sequestro, latrocínio, homicídio qualificado e outros), homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte. Fábio Abreu é contra a redução e diz que no Piauí, a Casa de Custódia vai se tornar uma escola do crime.

“Quando se fala em redução ela é muito cruel. Quando analisamos as questões positivas e negativas, ficam mais as negativas. Uma revisão no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) era o suficiente. Se reduzir por reduzir não vai dar solução na segurança. Esses menores simplesmente serão obrigados a ir para a Casa de Custódia e vão sair de lá um verdadeiro professor de crime”, declarou.

Para quem cometeu crime pelo pela primeira vez, Fábio Abreu acredita que um adolescente em presídio estará iniciando sua vida no crime. “O criminoso primário vai se aperfeiçoar e, com isso, estaremos iniciando esses menores no crime”, finalizou.

Crimes 

O secretário comentou ainda o número de roubos e homicídios em Teresina. Segundo ele, em relação a homicídios, a taxa da capital do Piauí pode ser considerada baixa. “Os nossos números são pequenos. Aqui registramos 19 homicídios em um mês – estamos muito abaixo -. Em São Luiz são em um dia”, finalizou.

Concursados

Questionado sobre nomeações de concursados na polícia, o secretário disse que fará um levantamento de quem está apto a assumir e enviar para o governador Wellington Dias decidir. “Por mim eu contrataria todos”, finalizou.

 

Fonte: Hérlon Moraes / Cidade Verde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais