18 de abril de 2024
Cidades em Foco
DestaqueGeralPiauí

UFPI inicia processo eleitoral para escolher próxima reitoria; três candidatas deverão disputar

O processo eleitoral para escolha da próxima reitoria da Universidade Federal do Piauí (UFPI) iniciou oficialmente nesta quinta-feira (21) com a publicação do edital. A próxima administração da maior instituição de ensino superior do Piauí deverá gerir a entidade por quatro anos, entre 2024 e 2028.

Aproximadamente 40 mil eleitores estarão aptos a participar do processo eleitoral, contando o número de professores efetivos, servidores e estudantes com matrícula ativa (o número oficial ainda será divulgado). O próximo reitor que assumir a instituição deverá administrar um recurso da ordem de R$ 119,5 milhões (orçamento de 2024) para a manutenção das atividades da instituição (O orçamento passa de R$ 900 milhões se contadas as despesas com pessoal).

O processo de escolha dos próximos dirigentes da UFPI não é uma eleição direta. A escolha se dá pelo presidente da República a partir de uma lista tríplice indicada pela instituição. A formação dessa lista parte do processo de consulta universitária, onde professores, estudantes e servidores vão as urnas e escolham seus candidatos.

Dentre as características desta eleição, estão o fato de que o atual reitor, Gildásio Guedes, não deverá disputar a reeleição (o atual mandato dele se encerra em 20 de novembro de 2024); o processo eleitoral não será por votação em urnas eletrônicas, mas por um sistema online de votação; e até o momento, três mulheres se apresentaram como pré-candidatas e deverão disputar o pleito.

A data da Consulta Universitária, que é quando os professores, estudantes e servidores irão às urnas, será em 24 de abril.

O presidente da Comissão Eleitoral, professor Jean Carlos, disse ao CidadeVerde.com que espera uma ampla participação da comunidade.

“Se confirmado mesmo o processo via sistema SigEleição, como foi da última vez, a gente espera que tenha uma participação bem expressiva de todo mundo, como é online, é mais fácil o acesso, e como todo processo democrático, quanto maior a participação dos envolvidos, é melhor”, citou.

Flávia Lorenne, Lívia Nery e Nadir Nogueira se apresentam como pré-candidatas a reitora

Até o momento, três mulheres se apresentaram como pré-candidatas neste pleito eleitoral.

A atual superintendente de Recursos Humanos da UFPI, Flávia Lorenne, deverá ser a candidata representando o grupo do atual reitor, Gildásio Guedes, que decidiu não disputar a reeleição. O candidato a vice pela chapa será, inclusive, o atual vice-reitor, Viriato Campelo.

A ex-diretora do Centro de Educação Aberta e à Distância (Cead), Lívia Nery, também será candidata e terá como candidato a vice o professor Welter Cantanhede.

A ex-vice-reitora Nadir Nogueira, será candidata representando o grupo da oposição. Ela foi vice do ex-reitor José Arimateia Dantas Lopes, entre 2013 e 2020. Ela terá como candidato a vice o professor Edmilson Moura.

O prazo de inscrição de chapas será entre os dias 23 e 31 de março, ou seja, até lá, outros candidatos poderão se inscrever.

O período de campanha eleitoral será entre 3 e 22 de abril de 2024. Durante este período, ocorrerão dois debates oficiais entre as chapas – marcados para os dias 10 e 17 de abril.

Nessa eleição, a votação será por meio de um sistema online da própria instituição, o SIGEleição, onde os membros da comunidade acadêmica poderão participar. Esse sistema de votação foi utilizado no processo eleitoral de 2020 por conta das restrições em virtude da pandemia de Covid-19. À época, a universidade estava sem atividades presenciais. Até 2020, nos processos de escolha para reitor, a UFPI fazia processos de consulta por meio de urnas eletrônicas com o apoio da Justiça Eleitoral nos campi de Teresina, Picos, Floriano e Bom Jesus.

Por Roberto Araujo / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais