24 C
Jacobina do Piauí
19 de julho de 2024
Cidades em Foco
GeralNordeste em FocoPiauí

Policial aposentado realiza disparo contra suposto perseguidor de mulher na Rodoviária de Teresina

Foto: Bárbara Rodrigues/Cidadeverde.com

Um disparo de arma de fogo foi realizado na tarde de quinta-feira (16) no Terminal Rodoviário Governador Lucídio Portella, em Teresina, por um policial rodoviário aposentado, que, segundo relatos, estava tentando proteger a concunhada que estaria sendo perseguida pelo ex-companheiro.

O caso ocorreu por volta das 17h, e o tiro teria sido realizado por um policial rodoviário federal aposentado que afirmou que estava acompanhando a concunhada que iria viajar para outro estado, após ela ser vítima de violência doméstica e cárcere privado pelo ex-companheiro.

A administração da rodoviária informou que, ao perceber que seu ex-companheiro apareceu na rodoviária, a mulher chegou a pedir ajuda aos fiscais do local. Quando ele se aproximou dela, o concunhado fez um disparo que atingiu o vidro de um quiosque, que no momento estava vazio. O suposto perseguidor fugiu após os disparos, e a Polícia Militar foi acionada, onde a vítima apresentou um boletim de ocorrência que havia registrado contra o suspeito.

Segundo a administração da rodoviária, cerca de 30 minutos depois, o homem retornou, mas no local já estava uma equipe da PM, que prendeu em flagrante o suspeito, conduzindo-o para a Central de Flagrantes de Teresina. A mulher, que teria sofrido vítima de violência doméstica, retornou na manhã de hoje e embarcou para um destino longe do ex-companheiro.

José Claudenilson José da Silva Santos, que trabalha há 22 anos no local como engraxate, afirmou que ficou assustado com os disparos.

“Eu estava engraxando o sapato de um cidadão, e eu escutei só o barulho do tiro. E quando eu escutei o tiro, corri logo para o banheiro para me esconder, para me proteger da bala. Foi um senhor de idade, que era aposentado da polícia, e atirou contra um rapaz porque ele já estava perseguindo uma mulher. Ele não acertou o tiro e o cara fugiu, mas mais tarde ele voltou, e a polícia já estava aqui e prendeu ele”, disse o trabalhador.

Por Bárbara Rodrigues / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais