27.3 C
Jacobina do Piauí
15 de junho de 2024
Cidades em Foco
GeralMunicípiosPaulistana

Paulistana, Simões e outros 20 municípios piauienses estão com alta incidência de trabalho infantil

Estudo do Ministério do De-senvolvimento Social (MDS) identificou os 22 municípios piauienses com maior incidência de trabalho infantil. Por isso, em alusão ao Dia contra o Trabalho Infantil, comemorado em 12 de junho, esses municípios foram chamados para uma capacitação, realizada ontem, na Secretaria da Assistência Social e Cidadania (SASC).

A palestrante da capacitação foi Franciana Beleense, técnica de Referência do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) em Teresina. “Não significa dizer que existe trabalho infantil somente nesses 22 municípios. Essa realidade é total no Estado. No entanto, precisamos ter a experiência de erradicação nesses de maior incidência para prevenir os demais”, explicou Franciana.

Os municípios apontados no estudo do MDS são: Altos, Barras, Batalha, Cocal, Dom Inocêncio, Esperantina, Floriano, Jaicós, Miguel Alves, Oeiras, Parnaíba, Paulistana, Pedro II, Picos, Pio IX, Piracuruca, Piripiri, São João do Piauí, São Raimundo Nonato, Simões, Teresina e União. “Nesses 22 municípios, o Estado do Piauí, através da SASC, promove a capacitação para que possamos dialogar e, juntos, possamos perceber de que forma nós, da política de assistência social, vamos trabalhar no intuito de diminuir e erradicar a situação de trabalho infantil nos nossos municípios e no Estado como um todo”, destacou Franciana

. O Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) está diretamente ligado ao órgão gestor da política pública de assistência social. “Então, ele perpassa pela vigilância sócio-assistencial, vigilância social básica, pela proteção social especial, que, juntos vão diagnosticar onde estão as crianças em situação de trabalho. Paralelo a isso, o Peti busca elaborar e executar serviços sócio-assistenciais que possam levar um novo olhar para as crianças e suas famílias”, disse Franciana.

1000

Dentre as principais ações do Programa está a retirada das crianças do trabalho infantil, inserindo-as no serviço de convivência e fortalecimento de vínculo e encaminhando as famílias para fazer o trabalho social no CRAS E CREAS e também inserindo-as no cadastro único, no programa de transferência de renda do Governo Federal, que não se limita apenas ao Bolsa Família. O Piauí está entre os primeiros do país em relação ao número de crianças que são usadas para o trabalho, segundo a Superintendência do Trabalho.

 

 

Fonte:Diário do Povo

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais