26.9 C
Jacobina do Piauí
17 de julho de 2024
Cidades em Foco
DestaqueGeralPiauí

Moradores relatam falta d’água em Parnaíba, Luís Correia e Cajueiro

Foto: Arquivo / Cidadeverde.com

Os moradores de Parnaíba denunciaram ao Cidadeverde.com que alguns lugares da cidade estão há cinco dias sem água em bairros como Carpina, Colinas 1 e 2, João XXIII, Raul Bacelar, Frei Higino, Dirceu Arcoverde. Por meio de nota, a Agespisa informou que o abastecimento de água no litoral do Piauí foi prejudicado pelo rompimento na Adutora do Litoral, em Luís Correia e, ainda, pela quebra de uma bomba de captação de água, em Parnaíba.

Segundo os moradores, os serviços públicos destes bairros, como creches, escolas e postos de saúde, estão com o funcionamento prejudicado.

“Aqui no bairro João XXII é um caso sério. Água que é bom, nada. Todos os dias é assim, quando chega é à noite, quando é de manhã falta. E bem fina quando chega. É um caso sério”, disse Isa Daysa, moradora do bairro.

Por meio de nota, a Agespisa informou que, em Parnaíba, o abastecimento de água foi comprometido em decorrência da troca de uma bomba no sistema de captação de água no município. O trabalho teria prejudicado o abastecimento em Parnaíba, Luís Correia, Ilha Grande e Cajueiro da Praia. A troca da bomba foi concluída na última quarta-feira, por volta de meio-dia.

Ainda segundo a Agespisa, o abastecimento será retomado de forma gradual, e pode demorar nas áreas mais altas destes municípios.

Os moradores de Cajueiro da Praia e de algumas comunidades de Luis Correia, atingidos pelo rompimento de um trecho da adutora do litoral, também aguardam a retomada do abastecimento.

Segundo a Agespisa, o trabalho feito na adutora do litoral foi complexo, pois a tubulação rompeu num local de difícil acesso, na comunidade Mexeriqueira em Luís Correia, e foi necessário o uso de uma retroescavadeira para acessar o sistema. Ainda em nota, a concessionária afirma que não pode prever o tempo necessário para que o abastecimento retorne à normalidade, pois o tempo depende do consumo das residências que já tiveram o abastecimento retomado.

Por Adriana Magalhães / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais