25.3 C
Jacobina do Piauí
13 de junho de 2024
Cidades em Foco
EsportesGeral

Marin enviará carta a Romário dizendo que não o receberá na cadeia, diz jornal

A intenção do senador Romário, presidente da CPI do Futebol, de ouvir o ex-presidente da CBF José Maria Marin, preso na Suíça, não deve se concretizar. Segundo o jornal “Folha de S. Paulo”, o advogado de defesa do dirigente informou que ele pretende enviar uma carta aos parlamentares dizendo que não vai se pronunciar. Ou seja: Romário e outros deputados perderiam a viagem para Zurique.

Na última terça-feira, Romário aprovou requerimento da CPI prevendo encontros dos parlamentares com Marin e José Hawilla, dono da Traffic, responsável pelos contratos de transmissão de torneios com a CBF. Ele mora em Miami e é acusado de fraude pelo FBI. Ele acordou com as autoridades americanas em colaborar com as investigações. Segundo o jornal, Hawilla não se manifestou sobre o possível encontro com Romário.

Marin está preso na cidade sede da Fifa, na Suíça, desde 27 de maio. Ele é acusado de fraude, lavagem de dinheiro e conspiração envolvendo recebimento de propina em acordos para a transmissão de competições como a Copa América e Copa do Brasil.

Romário declarou na terça que a CPI tem o objetivo investigar contratos realizados pela CBF e os encontros poderiam servir para elucidar as denúncias. A CPI também pretende solicitar a quebra de sigilos bancários e fiscal de Marin e Hawilla.

A CPI também pretende ouvir os 27 presidentes das federações estaduais. Segundo Romário, eles serão convidados a irem até Brasília, mas caso seja necessário poderão ser convocados.
Fonte: FOOTSTATS

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais