24.5 C
Jacobina do Piauí
27 de fevereiro de 2024
Cidades em Foco
GeralNordeste em FocoPiauí

IBGE realiza pesquisa nacional de demografia e saúde 2023: Foco na saúde reprodutiva e muito mais

Foto: Divulgação/IBGE

Os agentes do IBGE estão mais uma vez em campo para realizar a Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde 2023. O foco da pesquisa abrange tópicos como saúde reprodutiva, orientação sexual, identidade de gênero, saúde nutricional das crianças e questões individuais de homens e mulheres.

Essa pesquisa é conduzida em parceria com o Ministério da Saúde e marca a primeira vez que o IBGE a realiza. Além de investigar o perfil da vida reprodutiva e planejamento familiar das famílias, ela também se aprofunda em questões de saúde e nutrição infantil, incluindo alimentação de crianças até 5 anos, o uso de dispositivos eletrônicos, e disciplina infantil, entre outros aspectos.

Diferentemente de outras pesquisas, desta vez, não todos os domicílios serão visitados, pois se trata de um levantamento por amostragem em todo o estado do Piauí, onde 3.975 residências de 315 setores deverão receber visitas. A pesquisa envolve uma equipe de duas pessoas que visitarão os domicílios distribuídos em 10 municípios da macro região sob a jurisdição da agência de Picos.

O público-alvo da pesquisa é composto por pessoas em idade reprodutiva, incluindo mulheres entre 15 a 49 anos e homens de 15 a 59 anos. A pesquisa adota uma metodologia que envolve técnicos entrevistando informantes do mesmo sexo, priorizando o sigilo e o conforto dos participantes.

Uma novidade importante deste ano é a inclusão de perguntas relacionadas à orientação sexual e identidade de gênero dos participantes com 18 anos ou mais. Os resultados dessa pesquisa estarão disponíveis a partir de janeiro de 2024 e servirão de base para melhorar as condições de vida da população, ajudando no desenvolvimento de políticas públicas relacionadas à saúde. A pesquisa Nacional de Demografia e Saúde já foi realizada em 1986, 1996 e 2006, mas esta é a primeira vez que é conduzida em parceria com o Ministério da Saúde, enfatizando sua importância na busca por dados relevantes.

Por Edielson Mota / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais