18 de abril de 2024
Cidades em Foco
GeralNordeste em FocoPiauíPolítica

Governo do Piauí lança campanha e anuncia linha de crédito de até R$ 21 mil para mulheres

Foto: Gabriel Paulino/ CCOM

O Governo do Estado, por meio da Piauí Fomento, lançou uma linha de crédito de até R$ 21 mil para mulheres empreendedoras. No total, a ação, que recebeu o nome de Fomento Mulher – Estímulo ao Empreendedorismo Feminino, receberá o investimento de R$ 2 milhões.

O programa faz parte de um conjunto de iniciativas lançadas na campanha “Março Mulher 2024”, em alusão ao Dia Internacional da Mulher, que acontece nesta sexta-feira (08).

Segundo o Diretor-presidente da Piauí Fomento, Feliphe Araújo, para ter acesso ao crédito, a mulher poderá ser pessoa física ou pessoa jurídica e terá que estar empreendendo no campo ou na cidade.

“Muitas instituições financeiras nem concedem crédito para a mulher quando está iniciando. Então, uma das prioridades é que a mulher que também quer iniciar o seu negócio, fez algum curso, a gente vai poder investir no negócio dela”, explicou.

Ainda durante a solenidade foi feito o lançamento da 3ª edição do Programa Pró-equidade de Gênero, Raça e Diversidade, bem como o lançamento do Pacto de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres; lançamento do Selo Mais Mulheres, do projeto “Elas Empreendem: Resistência Negra – Fios da Ancestralidade”.

Também foram lançados os editais: Autonomia Econômica e Cuidados de Mulheres Negras e Autonomia Econômica e Cuidados de Mulheres Lésbicas, Bissexuais, Transexuais, Travestis e Transgênero (LBTs), Investe Nelas. 

A secretária Zenaide Lustosa fez um balanço das ações lançadas e pontuou que a expectativa é de que as policiais contribuam para o avanço na equidade de gênero em espaços de trabalho.

“Nós estamos hoje trabalhando na equidade de gênero, não só nas organizações públicas, mas em todo o estado do Piauí, principalmente em 2024, que é o ano de eleição. E a gente precisa avançar por mulher nesses espaços políticos como prefeita, vice, vereadoras, porque nós somos 52,6% da população, mas representamos só 12,5% do executivo municipal e 16% do legislativo, então a gente precisa avançar. E essas ações que são desenvolvidas pelo Estado, justamente em parceria com os municípios e com a sociedade civil, é que vai permitir que as mulheres sejam protagonistas da história e possam transformar a sociedade”, destacou.

Durante o evento realizado no Palácio de Karnak, o governador Rafael Fonteles (PT) apresentou uma análise objetiva dos avanços e desafios enfrentados pelo governo no diz respeito a políticas públicas para mulheres.

Ele destacou a crescente representatividade das mulheres nos cargos de poder, à exemplo do Tribunal de Contas (TCE), onde três dos sete conselheiros são mulheres. Além disso, mencionou iniciativas concretas como a universalização da Patrulha Maria da Penha em todos os batalhões da Polícia Militar, investimentos em linhas de crédito direcionadas para mulheres empreendedoras e programas de aquisição de alimentos privilegiando agricultoras familiares.

“Esse dia é o momento da gente celebrar os avanços e apontar os desafios. Foi o que fizemos aqui, nesse momento aqui, muito prestigiado do Palácio de Karnak. Então, temos avanços, como a ocupação das mulheres no espaço de poder, o sistema de tribunal de contas, do próprio poder executivo, mas também destacando ações concretas. A universalização da Patrulha Maria da Penha, todos os batalhões da Polícia Militar, o investimento em linhas de crédito específico para mulheres empreendedoras, o programa de aquisição de alimentos priorizando agricultoras familiares, a qualificação profissional de mulheres, o programa que em breve vamos lançar nas escolas”, declarou.

Por Paula Sampaio / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais