24.3 C
Jacobina do Piauí
27 de fevereiro de 2024
Cidades em Foco
DestaqueGeralPicos

Comerciantes perdem barracas na feira livre de Picos após incêndio por fogos de artifícios

Fotos: Valéria Noronha

Uma fatalidade afetou comerciantes que atuam na feira livre de Picos. Faíscas de fogos de artifícios atingiram barracas no centro da cidade, que logo incendiaram. O fato aconteceu na manhã deste sábado (02), por volta das 10h00.

De acordo com informações da população, um ato comercial da Mix Papelaria possivelmente causou o acidente. A empresa estaria realizando ação pelas ruas da cidade de sorteios que aconteceram hoje, com fogos de artifícios.

Ainda não foi realizada perícia, mas tudo indica que as faíscas dos fogos caíram sobre a lona das barradas da feira livre, que logo incendiaram.

O Corpo de Bombeiros esteve no local para auxiliar após o incêndio, que foi contido por comerciantes.

“Chegando lá, a gente constatou que havia acontecido um incêndio que afetou duas barracas nas proximidades da Farmácia Iná e do supermercado Ki Preço. Não precisamos atuar, pois os populares já haviam controlado o incêndio, utilizando os extintores ali das lojas. Quando chegamos, vimos que não havia mais perigo. Fizemos a prevenção do pós-incêndio”, informou o Soldado Gonçalves.

Os donos das barracas tiveram leves queimaduras, mas o prejuízo maior foi material, que, diante de levantamento inicial, chega a R$ 30.000,00. O empresário Jailson Campos prontamente se mobilizou e já entrou em acordo com as vítimas do acidente.

“Mesmo sem os laudos periciais que comprovem que o incêndio ocorreu com nossa ação comercial, nós já procuramos as pessoas prejudicadas, e nos responsabilizamos por esse acidente. Todas as medidas cabíveis já estão sendo tomadas. Quem nos conhece em Picos e região sabe o quão humano somos, batalhadores, e nos colocamos no lugar dessas pessoas que sofreram por conta do acidente”, disse ele.

Jailson Campos agradeceu aliviado por não ter tido nenhum dano humano no momento do incêndio e garantiu que toda a situação já está sendo solucionada.

“Nos reunimos com eles, estão sendo feitos os levantamentos dos bens materiais e, graças a deus, foram apenas bens materiais, sem nenhum dado humano, mas nós já estamos resolvendo o problema”, confirmou.

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais