26.8 C
Jacobina do Piauí
22 de junho de 2024
Cidades em Foco
EconomiaGeral

Artesanato piauiense comercializa mais de R$ 1 milhão no primeiro semestre

Conhecido por ser a terra de grandes artesãos, como os mestres Dico e Expedito, o Piauí reúne esforços para dar mais visibilidade as peças produzidas no estado. À frente desse trabalho, o Programa de Desenvolvimento do Artesanato do Piauí (Prodart) deve apresentar, neste segundo semestre, uma série de medidas para alavancar a comercialização do produto artesanal piauiense, promovendo a capacitação dos profissionais da área.

A receptividade do produto piauiense em outros mercados é enorme. A qualidade e singularidade das peças produzidas no Piauí são destaques em feiras realizadas em todo o país.

“Apenas nesse primeiro semestre já participamos de oito feiras e totalizamos mais de 1 milhão de reais em produtos comercializados. Agora mesmo, entre os dias 2 e 12 de julho, participamos da Feneart, a maior feira de artesanato da América Latina, no Centro de Convenções de Olinda, Pernambuco. É incrível como os turistas procuram o stand do Piauí. A arte santeira vende muito bem, a opala sai como água, e isso dentro de um espaço que reúne mais de 5 mil expositores de mais de 50 países”, ressaltou o diretor do Prodart, Jordão Costa.

Por meio de uma parceria com a Universidade Estadual do Piauí (Uespi), em que os alunos da Universidade se juntarão à direção do programa, será desenvolvido estudo sobre as potencialidades do artesanato piauiense, conforme as características de cada uma das 11 microrregiões do estado.

O objetivo é descobrir as potencialidades de cada região e, a partir das informações levantadas, desenvolver um trabalho específico para cada área, uma vez que Piauí apresenta uma das produções artesanais mais diversificadas do país. A parceria deve funcionar a partir de agosto e também será realizado estudo sobre a história do artesanato local, além de oferecer serviços de consultoria aos artistas. O trabalho envolverá estudantes dos cursos de Geografia, História, Contabilidade, Administração, Direito e Jornalismo.

Além da realização dos estudos, a direção do Prodart trabalha com a abertura da primeira turma de Pronatec do artesanato piauiense, com as técnicas artesanais oriundas do estado. Deve ser realizado, também neste segundo semestre, o primeiro simpósio com arquitetos e designers de interiores para mostrar a importância e beleza do artesanato na composição de ambientes.

O evento contará com a presença da arquiteta Cláudia Roberta Santos, filha de uma das maiores expoentes da arquitetura brasileira, Janete Costa.

 

Cidade Verde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais