27.3 C
Jacobina do Piauí
15 de junho de 2024
Cidades em Foco
GeralPolítica

APPM leva 120 prefeitos piauienses para participarem da Marcha dos Municípios

O presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM), Arinaldo Leal (PSB), ao lado de cerca de 120 prefeitos piauienses, participam, em Brasília, da XVIII Marcha em Defesa dos Municípios. De acordo com Arinaldo Leal, neste ano, o encontro tem como objetivo pressionar o Congresso a promover mudanças para viabilizar o desenvolvimento dos municípios.

Ele citou o caso de projetos de leis e propostas de emenda à Constituição que alteram regras do pacto federativo e garantem mudanças no financiamento de programas executados por prefeituras. “Queremos que o Governo Federal veja que os municípios são um ente importante da estrutura da República Brasileira. A crise, que antes estava na órbita apenas dos municípios, agora abala Estados e a própria União, o que demonstra que nossas reclamações são justificáveis”, declara Arinaldo Leal.

O pacto federativo é apontado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) como o melhor caminho para solucionar os problemas causados pela crise financeira que os municípios vivem. O presidente da instituição, Paulo Ziulkoski, diz que o pacto precisa ser transparente e pensado junto com os municípios. “Será que os prefeitos têm coragem de vir a Brasília devolver os programas federais?”, indagou o presidente sobre os problemas das prefeituras.

A ODIA, Arinaldo Leal explicou a necessidade da aprovação de várias medidas. “Eu sempre destaco a proposta do Governo Federal encaminhar recursos para manutenção de programas que muitas vezes os municípios são obrigados a manter”, defendeu Leal, acrescentando que a alteração é necessária para garantir maior eficácia no planejamento do exercício financeiro das prefeituras.

A presidente Dilma Rousseff (PT) não marcou presença no evento, mas o vice-presidente Michel Temer (PMDB) deve comparecer na manhã de hoje (27) à Marcha. O encontro segue até amanhã.

Por: João Magalhães – Jornal O Dia

 

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais