24.3 C
Jacobina do Piauí
28 de fevereiro de 2024
Cidades em Foco
GeralInternacionalNordeste em FocoPolícia

Acusado de matar jovem no Piauí é condenado a 6 anos de prisão por tráfico

Foto: Reprodução redes sociais

Jefferson Willian da Silva Costa, mais conhecido como Piloto, que é investigado por vários crimes, inclusive um homicídio, foi condenado a 6 anos de prisão por tráfico de drogas. A decisão é do juiz Almir Abib Tajra, da 6ª Vara Criminal da Comarca de Teresina, no dia 19 de dezembro, com base em investigação do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Em maio de 2023, os policiais deram cumprimento a um mandado de busca e apreensão na residência de Jefferson William no bairro Três Andares, na zona Sul de Teresina. A ação fazia parte da investigação sobre o assassinato de Everton Gomes de Araújo que foi encontrado morto próximo à estrada da Alegria.

Durante o cumprimento do mandado, os policiais encontraram no quintal da residência um revólver calibre .38 e munições, além de diversos sacos plásticos utilizados para embalar entorpecentes. No interior da casa, os policiais encontraram três trouxas de maconha, dinheiro e uma balança de precisão. Também foi apreendido um pano com joias, e o material foi apreendido porque o homicídio praticado contra Everton Gomes de Araújo, supostamente teria como motivação a divisão no roubo de joias.

Na decisão, o juiz condenou Jefferson William a seis anos e três meses de reclusão, além de 1 ano e três meses de detenção e pagamento de 631 dias multa.

“O réu é condenado definitivamente em outro processo por tráfico de drogas além deste e responde por dois processos de homicídio, revelando uma intensa e constante atividade delinquencial, de modo que entendo adequada a imposição de regime mais gravoso”, afirmou.

O juiz também manteve a prisão, e negou a possibilidade dele recorrer em liberdade, por entender que se trata de uma pessoa de alta periculosidade. A pena deverá ser cumprida na Penitenciária Irmão Guido.

“Diante do histórico infracional do réu e da necessidade do Estado intervir para evitar a prática de outros delitos, posto que já respondia por outros dois processos, já foi condenado definitivamente em um terceiro, e foi preso novamente em flagrante, o que demonstra a ineficácia das medidas cautelares diante do cabal descumprimento destas pelo réu, e a necessidade de imposição de medida mais gravosa, em garantia à ordem pública. De tal modo, presentes os motivos autorizadores a justificar a segregação do acusado Jefferson Willian da Silva Costa posto que solto, continuará a desassossegar a paz social e a ordem pública, de modo que a chance deste voltar a delinquir é patente”, destacou Almir Abib Tajra.

Homicídio

Jefferson é acusado de ser um dos responsáveis pelo assassinado de Everton Gomes Araújo, de 22 anos, que foi encontrado morto no dia 23 de abril próximo à Estrada da Alegria, na zona Sul de Teresina.

A vítima foi encontrada em uma rua de terra que dá acesso à Estrada de Alegria. Também respondem pelo crime o líder de uma facção criminosa identificado como Antônio de Deus Pereira Neto, vulgo Fantasmão, e Alysson Antônio de Barros Nascimento.

Segundo investigação realizada pelo DHPP, a vítima foi rendida por Fantasmão, que portava uma espingarda calibre 12, sendo subjugada e espancada pelos acusados, chegando a ter seu pescoço amarrado com uma corda. Logo depois foi executado.

Por Bárbara Rodrigues / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais