26.9 C
Jacobina do Piauí
17 de julho de 2024
Cidades em Foco
GeralNordeste em FocoPiauíPolítica

Vaga ao Senado Federal pelo Piauí em 2026 promete disputa acirrada

O início do mês de julho marca a definição dos nomes que comporão as chapas majoritárias e proporcionais nas eleições dos 224 municípios do estado do Piauí. As convenções partidárias, previstas para acontecer entre 20 de julho e 5 de agosto, dão início oficial às disputas deste ano.

Embora a certeza dos vencedores só venha após as eleições, muitos destinos políticos estão sendo delineados em 2024 com foco no pleito de 2026. Para deputados estaduais, federais e senadores, as eleições de 2024 servirão de trampolim para a disputa das vagas na Assembleia Legislativa do Piauí (ALEPI), na Câmara Federal, no Senado e no governo do estado.

Entre todas as vagas, a única certeza parece ser a candidatura do governador Rafael Fonteles, que buscará a reeleição. Fonteles está trabalhando para chegar ao pleito de 2026 com o caminho já pavimentado. No entanto, as duas vagas para o Senado Federal são o foco das disputas mais intensas nos bastidores políticos, envolvendo líderes do PSD, PT, MDB e PDT.

A vaga do senador Marcelo Castro (MDB), que tentará a reeleição, era tida como certa até o início deste ano. Com a reconfiguração dos cenários municipais nas eleições de 2024, o senador terá que trabalhar intensamente e negociar para ser o indicado na chapa governista, possivelmente ao lado de um nome do PT.

Por outro lado, o deputado estadual Georgiano Neto (MSB) está empenhado em garantir a indicação de seu pai, o deputado federal Júlio César (PSD), para uma das vagas no Senado, enquanto fortalece sua pré-campanha para a Câmara Federal. Georgiano Neto, atualmente no MDB, por conta da estratégia traçada pela federação em 2022, pretende deixar sua vaga na ALEPI destinada ao irmão, Júlio César Filho.

Na terceira via, o deputado federal Flávio Nogueira (PT), também está buscando viabilizar sua candidatura ao Senado na chapa governista. Hoje filiado ao PT, mantêm fortes ligações com o PDT no estado do Piauí. (Há informações de bastidores de que o retorno do deputado ao PDT já é dado como certo).

Há ainda a possibilidade do próprio PT entrar na disputa com o nome do deputado federal Dr. Francisco, que pode ser uma das opções do partido para concorrer a uma das vagas ao Senado.

Além dos postulantes à indicação na chapa governista, o senador Ciro Nogueira (PP) também pode continuar no páreo para garantir sua permanência no Senado Federal, dado seu direito natural à reeleição. Em 2022, Ciro se posicionou na oposição tanto ao governo do estado do Piauí, apoiando o candidato Sílvio Mendes, quanto ao governo federal, atuando como um dos principais cabos eleitorais do ex-presidente Jair Bolsonaro.

Fonte: Portal R10

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais