25.9 C
Jacobina do Piauí
19 de maio de 2024
Cidades em Foco
DestaqueEducaçãoGeralPicos

Sem apoio do presidente Lula para reestruturação de carreira, servidores do IFPI de Picos aderem à greve nacional

Em busca de restruturação na carreira e reajuste salarial, os servidores técnico-administrativos do Instituto Federal do Piauí, campus de Picos, aderiram, nesta quarta-feira (10), à greve nacional.

Cerca de 40 servidores paralisaram totalmente suas atividades, por tempo indeterminado, a fim de que o Governo Federal, por meio do presidente Lula, olhe para a classe e reestruture a carreira dos técnicos-administrativos que não têm mudança no salário e nem na carreira dede 2015, segundo Reginaldo Pereira, membro do comando de greve em Picos.

Segundo ele, o refeitório do campus também está paralisado. A intenção dos grevistas é que o governo sinta o impacto e possam resolver o problema o mais breve possível pois o ônus com a paralisação atinge aos servidores e alunos, mas veem na greve a única maneira de serem vistos, pois o diálogo com o governo está “travado”, ou seja, o presidente Lula não tem sinalizado em favor dos servidores da Educação.

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais