26.9 C
Jacobina do Piauí
17 de julho de 2024
Cidades em Foco
DestaqueEducaçãoGeralNordeste em FocoPiauí

Professores da UFPI decidem continuar em greve; outras 25 universidades deixaram o movimento

Foto: Site UFPI

Os professores da Universidade Federal do Piauí (UFPI) decidiram, em assembleia extraordinária, seguir com o movimento grevista por tempo indeterminado. Os docentes aderiram ao movimento nacional no último dia 28 de maio. Na semana passada, o comando nacional da greve solicitou as 55 universidade que realizem assembleias para decidir pela permanência ou não da greve. No Piauí, a assembleia aconteceu na última quinta-feira (20) e a maioria votou pela continuidade da greve. Outras 25 universidades decidiram encerrar o movimento, segundo levantamento realizado pela Agência Brasil.

Na sexta-feira (21), os professores realizaram manifestação diante do Centro de Convenções onde o presidente Lula participava da Caravana Federativa. Professores do Ifpi, em greve desde abril, também participaram do protesto.

Ao cidadeverde.com, a presidente da Associação dos Docentes da Universidade Federal do Piauí, Escolástica Santos, a negociação entre o governo federal e a categoria já avançou em alguns pontos, mas ainda precisa avançar no reajuste salarial ofertado aos servidores para o ano de 2024.

“Conseguimos muitos avanços na negociação, conseguimos reajustar o auxílio-alimentação, por exemplo, conseguimos derrubar portarias que dificultam o nosso trabalho dentro da UFPI e do IFPI, já temos inclusive um acordo sobre o percentual de reajuste salarial para o próximo ano, mas o deste ano segue zero, não temos reajuste”, explicou.

com informações da Agência Brasil 

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais