34.7 C
Jacobina do Piauí
17 de julho de 2024
Cidades em Foco
GeralPicos

Piauí inicia cadastramento biométrico da população carcerária

Foto: Ascom/Sejus

A Penitenciária Feminina de Teresina iniciou nesta semana o cadastramento biométrico da população carcerária. Em todas as unidades penais do estado, será realizado o cadastro das impressões digitais, assinatura digital e registro fotográfico para compor o sistema de identificação do Governo do Estado, para que possa ocorrer uma rápida e segura identificação de pessoas na entrada e saída no sistema prisional, nas transferências de unidades e emissão de documentação civil.

A unidade recebeu uma estação completa de cadastramento biométrico com um computador, um leitor biométrico de impressão digital, assinatura digital, máquina fotográfica e um biombo.

“Serão inseridos no sistema dados biográficos (nome, sobrenome, qualificação, etc.), a impressão digital, fotografias e assinatura digital, permitindo que a unidade tenha esse cadastro, não só do interno, como também pode realizar a identificação de servidores, visitantes, dentre outros”, finaliza o diretor.

Essas informações serão utilizadas para um banco de dados com efeito civil e criminal, e também permite às pessoas privadas de liberdade a emissão da documentação civil.

“Garante a individualização das pessoas, evitando falsidade ideológica, outra vantagem é que auxilia nas audiências de custódia, além de qualificar o processo judiciário, e facilitar a emissão da Carteira de Identidade Nacional (CIN) e o exercício da cidadania com acesso a políticas públicas”, explicou o perito criminal Juarez Carvalho, diretor do Instituto de Biometria Forense.

O banco de dados é hospedado na Empresa de Tecnologia da Informação do Piauí (Etipi) e pode ser usado pelos órgãos estaduais, bem como ser compartilhados com bancos de dados nacionais como, por exemplo, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Registro Nacional de Carteira de Habilitação (Renach) e a carteira de identidade nacional, permitindo uma integração das informações.

Da Redação / Ascom

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais