25.9 C
Jacobina do Piauí
19 de maio de 2024
Cidades em Foco
GeralNordeste em Foco

Horticultores e agricultores do Piauí buscam certificação orgânica

O prefeito Firmino Filho (PSDB) visitou na manhã deste sábado (18) a horta comunitária e o campo agrícola do povoado Soinho, zona rural Leste de Teresina. Acompanhado de Paulo Lopes, superintendente de Desenvolvimento Rural, ele começou a visita no sistema de abastecimento de água do povoado, inaugurado em agosto do ano passado.

A Superintendência de Desenvolvimento Rural (SDR) construiu uma caixa d’água com capacidade para 50 mil litros, além de tubulação da rede de abastecimento com extensão de 9.121 metros, que comportou 327 ligações domiciliares, atendendo a um número igual de famílias. O valor total investido foi de R$ 590.162,82, com recursos próprios da Prefeitura.

A horta comunitária e o campo agrícola da comunidade, que receberam da Prefeitura um novo sistema de irrigação, ocupam uma área de quatro hectares, onde são cultivados cebolinha, alface, coentro, quiabo, berinjela, feijão verde, macaxeira e mamão.

Firmino conversou com os horticultores e agricultores e reforçou o compromisso da Prefeitura de Teresina em continuar realizando investimentos na zona rural. “O conjunto de obras que estamos realizando na zona rural vem contribuindo muito para a melhora na qualidade de vida dessas famílias e o nosso objetivo é continuar com as melhorias. Através de uma feliz parceria com o Sebrae estamos qualificando esses produtores, para que, muito em breve, eles consigam a certificação orgânica da sua produção, o que vai alavancar mais ainda as vendas”, disse.

Segundo Carlota Joaquina, engenheira agrônoma da Prefeitura, a produção da horta e do campo agrícola é comercializada através do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), rendendo por ano, aproximadamente, R$ 500 mil.

Robson Antônio, técnico do Sebrae, órgão responsável pela qualificação dos produtores, através do projeto Tecnologia Social no Território de Teresina, afirma que a capacitação  ocorre nas áreas tecnológica e gerencial. “Nosso suporte é total e nossa assistência é continuada. Nossa intenção é que, num futuro breve, possamos conseguir a certificação orgânica para esses produtores (que é emitida pelo Ministério da Agricultura) e, a partir disso, realizar uma feira permanente com esses produtos”, disse.

“A tendência ao consumo de produtos orgânicos já é uma realidade no Brasil e no mundo. Os produtos têm melhor sabor e mais qualidade, além de serem livres de agrotóxicos, que só nos causam doenças”, disse Paulo Lopes. Durante a visita também aconteceu a entrega simbólica dos certificados dos cursos de qualificação do Sebrae.

 

 

 

Cidade Verde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais