26.8 C
Jacobina do Piauí
22 de junho de 2024
Cidades em Foco
Betânia do PiauíCaridade do PiauíConceição do CanindéCurral Novo do PiauíJacobina do PiauíJaicósPatos do PiauíPaulistanaPicos

Firjan: No Piauí, 100% dos municípios não têm excelência em gestão fiscal

A Federação das Indústrias do Rio (Firjan) divulgou no sábado (20) mais uma edição o seu Índice Firjan de Gestão Fiscal. O documento se refere ao ano de 2013 e revela que nenhum município do Piauí conseguiu atingir a excelência na arrecadação e gestão de gastos.

O índice avalia cinco pontos nos municípios de todo o país: capacidade de arrecadação (receita própria dividida pela receita corrente líquida); capacidade de fazer investimentos (investimentos sobre a receita corrente líquida); gastos com pessoal (que é dividido pela receita corrente líquida); Liquidez (suficiência de caixa; calculada pelas obrigações em circulação sobre a receita corrente líquida); Custo da dívida de longo prazo (juros e amortizações sobre a receita líquida real).

A pontuação varia entre 0 e 1, sendo que, quanto mais próximo de 1, melhor a gestão fiscal do município no ano em observação. Foram convencionados quatro conceitos para o IFGF:
Conceito A (Gestão de Excelência): resultados superiores a 0,8 pontos.
Conceito B (Boa Gestão): resultados compreendidos entre 0,6 e 0,8 pontos.
Conceito C (Gestão em Dificuldade): resultados compreendidos entre 0,4 e 0,6 pontos. Conceito D (Gestão Crítica): resultados inferiores a 0,4 pontos.

No Piauí, nenhum município conseguiu índice geral superior a 0,8 e apenas cinco obtiveram a qualificação de uma boa gestão: Água Branca (0.6399);    Colônia do Gurguéia (0.6371); Conceição do Canindé (0.6370); Fronteiras (0.6094) e Bocaina (0.6056).

11072757_1065789340104305_497494154_n

Oitenta e três cidades piauienses tiveram sua classificação como gestão em dificuldade, 117 estão com gestão crítica, segundo o índice, e 17 municípios não foram avaliados (Lagoa Alegre, Lagoa do Barro do Piauí, Luzilândia, Fartura do Piauí, Caxingó, Curralinhos, Canavieira, Barreiras do Piauí, Bertolínia, Pau D’Arco do Piauí, Nova Santa Rita, Prata do Piauí, Santa Cruz dos Milagres, Socorro do Piauí, São Miguel da Baixa Grande, São Miguel do Tapuio, São João da Serra).

No ranking estadual, Teresina aparece em sétimo lugar com 0.5855; já no nacional, ocupa a 957ª posição entre todos os municípios e o 18º posto entre as capitais.

Veja o estudo completo aqui e faça a consulta por municípios aqui.

 

 

 

 

 

Fonte: Carlos Lustosa Filho/ Cidade Verde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais