20 de abril de 2024
Cidades em Foco
DestaqueGeralMunicípiosPolítica

PIAUÍ: Delegado diz que prefeito planejou com amante morte da primeira dama

Atualizada às 10h20 (hora local)

Após interrogar novamente o prefeito José Simão e a doméstica Noêmia Barros, o delegado Willame Costa, gerente de policiamento no Interior, acredita que ambos tenham planejado o crime. “Foi ele quem matou e a empregada disse que apenas guardou a arma, mas achamos que ela participou do planejamento. Eles mantinham um relacionamento amoroso há cerca de dois anos”, afirmou o delegado sobre o caso dos dois.

 

O delegado informou também que a primeira dama Gercineide Rabelo foi morta entre uma e duas horas da manhã, ainda dormindo. Ela deixa dois filhos homens de seis e 12 anos.

 

O delegado geral, Riedel Batista, afirmou que o gestor apresentou contradições no depoimento. “Tudo indica que foi crime passional. O prefeito deve ser indiciado por homicídio duplamente qualificado por a vítima estar indefesa e pelo motivo fútil”, declarando ainda que a pena e de 30 anos.

Os acusados foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) e a doméstica será encaminhada para Penitenciária Feminina e o prefeito para uma unidade da Polícia Civil. E não quiseram falar com a imprensa.

 

O advogado Lucas Villa, que defende o prefeito, não quis dar detalhes sobre caso e só se pronunciará nos autos.

 

Atualizada às 9h21 (horal local)

 

O prefeito de Lagoa do Sítio, José de Arimateia Rabelo, conhecido como José Simão (PT), 50 anos, chegou a Teresina no início da manhã desta quarta(11) trazido preso, suspeito de matar a esposa, Gercineide de Sousa Monteiro Rabelo, 35 anos. Ele nega a acusação e disse que o acusado já está preso.

 

“Eu não matei minha mulher, quem matou já está preso”, falou para a imprensa ao chegar na Delegacia Geral.

Segundo o delegado Willame Costa, gerente de policiamento do Interior, que participou das investigações, o prefeito seria o autor do disparo que foi motivado supostamente por ciúmes. Ao ser questionado se o prefeito tinha um caso com a empregada, ele disse que sim.

 

“Foi ele quem matou e a motivação desse crime ainda seria ciúmes, tinha muito ciúmes da esposa e depois vamos dar mais detalhes”, destacou o delegado.

 

A empregada seria coautora que teria ajudado na execução e escondendo a arma e seria amante do prefeito. “É verdade que eles teriam um caso”, afirmou.

Delegado Willame Costa na frente do prefeito José Simão

O delegado afirmou que o Gercineide de Sousa Monteiro Rabelo teria morrido ainda dormindo. “O tiro pegou no ouvido e alojou do lado direito da cabeça, provavelmente ela tenha sido morta ainda dormindo”, acredita Willame Costa.

 

Segundo o delegado geral, Riedel Batista, foi usado um revólver calibre 38 que foi apreendido e o lençol usado para abafar o tiro. A empregada doméstica do casal, Noêmia Maria da Silva Barros, 43 anos, teria confessado o crime do gestor de Lagoa do Sítio.

 

“A investigação se estendeu pela madrugada. Todas as evidências chegaram em crime passional. Foi feito um trabalho muito criterioso, com participação da perícia e do IML, que foi fundamental na descoberta da hora da morte. Não houve sinais de arrombamento. Nós descartamos a entrada de pessoas estranhas na casa. À noite, com o andamento das investigações, nós conseguimos apreender a arma de fogo utilizada e outros objetos relacionados ao crime”, comentou Riedel Batista.

O advogado criminalista Lucas Villa chegou na Delegacia Geral e irá defender o prefeito. O gestor e a doméstica prestam novos depoimentos a delegados na Gerência de Policiamento Metropolitano.

 

Morte

A primeira dama foi encontrada morta em sua cama na manhã de ontem(10), na casa do casal na avenida principal da cidade, que fica a 234 quilômetros de Teresina. A primeira versão é de que a morte seria de causas naturais, mas por conta do sangue encontrado no nariz, o delegado Maycon Braga, regional de Valença, solicitou a perícia.

 

 

Fonte: Cidade Verde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais