22.4 C
Jacobina do Piauí
28 de fevereiro de 2024
Cidades em Foco
DestaqueGeralMunicípios

Onça-preta é capturada pela primeira vez no Parque Nacional Serra da Capivara

Pela primeira vez, uma onça-preta foi capturada dentro no bioma da caatinga, no Parque Nacional Serra da Capivara. O monitoramento na região é realizado por pesquisadores do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e vem ocorrendo há dois anos, quando onças atacaram animais de criação no entorno da Unidade de Conservação (UC) e começaram a ser mortas. Durante a ação também foram capturadas uma onça-pintada e uma vermelha.
A primeira captura da espécie na caatinga, bioma protegido pela Unidade de Conservação (UC), ocorreu no mês de novembro e contou com apoio do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Carnívoros (Cenap/ICMBio) e de veterinários da Universidade Federal de Viçosa (MG). O projeto surgiu a partir de uma demanda para estudos e monitoramento de grandes felinos, com o objetivo de diminuir o conflito de predação dos animais domésticos no entorno do Parque.
O trabalho é inédito e consiste em colocar um colar com GPS que emite a localização do animal via satélite para monitorar o território de vida e os hábitos das onças-pretas, o que permitirá estabelecer estratégias para a conservação do animal, que está ameaçado de extinção.
“Este primeiro animal capturado recebeu um GPS-colar e será monitorado constantemente. Caso seja constatado sua aproximação de roças e comunidades do entorno, poderemos emitir um aviso aos criadores para que possam recolher os animais durante a noite ou utilizar outras técnicas para afugentar as onças das proximidades dos currais e residências. O objetivo é entender porque esses animais estão saindo da reserva em busca de alimento nas propriedades rurais da área”, explicou o biólogo Fernando Augusto Tambelini Tizianel, que também é chefe da Unidade.
 
Sobre a onça-preta
A onça-preta é da mesma espécie da onça-pintada e até então nunca tinha sido capturada na Caatinga. Extremamente ameaçada de extinção no Nordeste brasileiro, a espécie é considerada o maior felino das Américas e tem no Parque Nacional Serra da Capivara um dos seus últimos refúgios no bioma. A campanha de captura do felino no interior do Piauí também contou com o apoio de pesquisadores da associação Pró-Carnivoros, que trabalham na região do Boqueirão da Onça, na Bahia.
Sobre o Parque Nacional Serra da Capivara
O Parque Nacional da Serra da Capivara foi criado através do Decreto de nº 83.548 de 5 de junho de 1979, com área de 100 mil hectares. A proteção ao parque foi ampliada pelo Decreto de nº 99.143 de 12 de março de 1990 com a criação de Áreas de Preservação Permanentes adjacentes com total de 35 000 hectares. Localizado no semi-árido nordestino, fronteira entre duas formações geológicas, com serras, vales e planície, a Unidade abriga fauna e flora específicas da Caatinga. Pelo seu valor histórico e cultural, o Parque Nacional da Serra da Capivara foi declarado pela Organização das Nações Unidas pela Educação, Ciência e Cultura (Unesco), em 1991, Patrimônio Cultural da Humanidade.
Graciane Sousa  / Cidade Verde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais