27.3 C
Jacobina do Piauí
26 de fevereiro de 2024
Cidades em Foco
GeralPolítica

Deputados federais do Piauí assumem mandato neste domingo (01)

Os dez deputados federais do Piauí eleitos em 2014 vão assumir o mandato neste domingo, 1º de fevereiro. Entre os nomes, velhos conhecidos da politica piauiense e poucos novatos. Na ala de veteranos, Atila Lira (PSB), Assis Carvalho (PT), Iracema Portela (PP), Paes Landim (PTB), Júlio César (PSD) e Marcelo Castro (PMDB).


Fábio Abreu será secretário de Segurança

Os novatos na bancada piauiense ficam por conta de Fábio Abreu (PTB), Rejane Dias (PT) e Rodrigo Martins (PSB). Este último renunciou ao cargo de vereador em Teresina.

 

Outra novidade é o retorno do ex-senador Heráclito Fortes (PSB) ao Congresso Nacional. Desde que perdeu a eleição em 2010 para o Senado, Fortes estava sem mandato. Neste intervalo de tempo trocou o DEM pelo PSB. O parlamentar volta à Câmara Federal onde esteve pela primeira vez em 1978.

 

Secretários

 

Dos deputados federais que assumem neste domingo, dois serão secretários estaduais. Fábio Abreu vai assumir a Secretaria de Segurança e Rejane Dias será secretária de educação. Com a saída de Rejane, o suplente da coligação, Merlong Solano, assume a vaga, mas como já é secretário de Wellington Dias, a cadeira vai ficar mesmo para José Maia Filho, o Mainha (SD). O jornalista Silas Freire assumirá a cadeira de Fábio Abreu. A posse está prevista para às 18h.

 

Mesa Diretora

 

Após a posse dos parlamentares, a Câmara Federal elegerá os novos membros da Mesa Diretora da Casa. Até agora, quatro deputados estão na disputa: Arlindo Chinaglia (PT-SP); Chico Alencar (Psol-RJ); Eduardo Cunha (PMDB-RJ); e Júlio Delgado (PSB-MG).


Heráclito volta à Câmara Federal neste domingo

Na hora do voto, a bancada piauiense se divide por blocos. Heráclito, Rodrigo Martins e Atila Lira devem apoiar Júlio Delgado. Rejane Dias e Assis Carvalho apostam na eleição de Arlindo Chinaglia, que inclusive esteve no Piauí pedindo apoio dos deputados. O petista deve ainda levar os votos de Júlio César. O PTB de Fábio Abreu e Paes Landim apoia Eduardo Cunha. A dúvida ainda é o PP.

 

 

 

Fonte: Hérlon Moraes / Cidade ver

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais