23.1 C
Jacobina do Piauí
28 de fevereiro de 2024
Cidades em Foco
DestaqueGeral

Até 2018, 90% das cidades devem ter banda larga instalada

O ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, anunciou a meta do governo de instalar, até 2018, banda larga de internet em 90% dos municípios do Brasil. Em audiência pública na última quinta-feira (26), na Câmara dos Deputados, Berzoini também defendeu, entre os vários assuntos tratados, a necessidade de estabelecer uma ampla discussão com a sociedade para implantar o marco regulatório da comunicação.

 

Segundo o ministro, o governo espera superar a oferta de velocidade 2G e disseminar a 4G. Além disso, ele explicou que, assim como em outros países, discute-se no Brasil alcançar a velocidade de 5G. De acordo com Berzoini, consumo de internet no Nordeste cresceu 688% e no Sul, 642% nos últimos cinco anos. “Mas ainda não é o suficiente, pois queremos alcançar níveis de acesso de padrão mundial”, ressaltou Berzoini.

 

O ministro das Comunicações também saiu em defesa da adoção de políticas públicas voltadas para garantir a inclusão de pessoas de menor poder aquisitivo ao acesso à internet, e ressaltou o papel da Telebras como instrumento governamental de indução ao desenvolvimento das comunicações.

 

Ainda de acordo com Berzoini, parte do projeto de banda larga para todo o País consiste numa parceria entre os ministérios da Comunicação, da Defesa, da Educação e uma empresa francesa. A Telebras está à frente do lançamento, em 2016, de um satélite para ampliar o acesso, a custo mais baixo.

 

 

Durante a audiência, o ministro ainda defendeu a instalação de um marco regulatório da comunicação. Segundo ele, irá debater o assunto com todos os setores interessados. “Nada será construído algo de útil sem diálogo. Vamos apenas sugerir um cronograma de debates”, lembrou o ministro.

 

O ministro também falou sobre o cabo submarino de fibra ótica que será instalado entre o Brasil e a Europa, sem passar por território dos Estados Unidos.

 

“O episódio de espionagem gerou uma grande discussão sobre segurança na internet e esse debate levou à necessidade de termos um canal de comunicação entre Brasil e Europa que não passe pelos Estados Unidos”, declarou.

 

 

 

Fonte: Agência PT/Bancada PT

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais