25 C
Jacobina do Piauí
21 de maio de 2024
Cidades em Foco
EsportesGeral

Anderson Silva alega inocência e diz que só volta a lutar em 2016

Muito tem sido dito desde que Anderson Silva foi flagrado no doping para a luta com Nick Diaz, ocorrida no dia 31 de janeiro. Mas, do próprio Spider, poucas palavras têm saído. Após se pronunciar dizendo que só viria a público no momento certo, o ex-campeão dos médios do UFC chegou a escrever um longo texto se defendendo nas redes sociais. Mas, agora, não teve como escapar do microfone.

Flagrado nas ruas de Los Angeles pela reportagem do site americano TMZ, especializado em celebridades, o homem que é tido como melhor lutador de MMA de todos os tempos falou mais abertamente sobre o assunto.

 

 

“Não sei o que aconteceu, estou surpreso. Preciso checar todos os suplementos que tomo, porque nunca falhei com a Comissão Atlética de Nevada e nem com este esporte. Estou feliz porque a Comissão me ajuda, e eu ajudo a Comissão também. Vamos trabalhar juntos, porque isso é ruim para o esporte, para mim e para a minha vida. Nunca usei nada para melhorar minha performance”, declarou.

 

 

 

O escândalo do doping pode ter manchado o legado de Anderson. É o que muitas pessoas têm dito desde o ocorrido. Porém, o brasileiro discorda. Spider afirma que vai esperar pelos resultados dos novos exames para pode voltar a lutar. Mas só em 2016.

 

 

“Não acho que manchou meu legado. Vou esperar meu médico e o médico da Comissão, esperar pelos testes, falar com meus fãs e voltar a lutar. Acho que volto no ano que vem. Acho que deveria dar a revanche ao Nick, claro. Quando tudo isso acabar, vou enfrentá-lo de novo”, disse.

 

 

 
Fonte: Tatame

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais